sábado, 24 de junho de 2017

Limpe seu intestino e perca até 6kg em 3 semanas com este remédio natural. Surpreendente!

O assunto agora é desintoxicação do intestino.Este assunto é muito importante para nossa saúde. Quando digerimos inadequadamente alguns alimentos, cria-se o acúmulo de muco no cólon.
O assunto agora é desintoxicação do intestino.
Este assunto é muito importante para nossa saúde.

Quando digerimos inadequadamente alguns alimentos, cria-se o acúmulo de muco no cólon.

Esse muco é formado por toxinas prejudiciais para o corpo, provocando:

- Queda de energia
- Ganho de peso
- Dores na cabeça

Para realizar o procedimento de limpeza, basta consumir vegetais ou frutas frescas - dê preferências aos alimentos ricos em fibras e outro nutrientes.
Além dessas, há outra alternativa bastante poderosa, trata-se de uma receita à base de maçã.
A fruta é rica em fibras, além de evitar a sensação de fome, também ajuda a eliminar as toxinas do organismo.
No entanto, é preciso lembrar que quando consumimos muita maçã, devemos beber bastante água.
Outro ingrediente importante na receita que iremos mostrar é a semente de linhaça, que também é rica em fibras e melhora a absorção dos nutrientes no intestino, ajudando a retardar o esvaziamento gástrico.
O que isso significa?
Que ela ajuda a reduz o risco de câncer de cólon.
Além desses benefícios, a linhaça também contém propriedades que atuam como antioxidantes e previnem doenças no coração - graças à presença de ômega 3.

E, finalmente, também contamos com as propriedades da chia, que é riquíssima em fibras, promove um sistema digestivo saudável e contém muitas vitaminas e nutrientes.
Além de fortalecer a saúde do coração, esta semente também ajuda a perder peso.

INGREDIENTES
1 maçã
1 colher (sopa) de linhaça moída na hora (pode ser no liquidificador)
1 colher (sopa) de sementes de chia
1 colher (chá) de mel
1 xícara de água

MODO DE PREPARO
Misture todos os ingredientes - menos a semente de chia - no liquidificador.
Feito isso, acrescente a chia e misture bem.
Depois, deixe descansar por cinco minutos ou até perceber que as sementes de chia começaram a inchar.
Beba duas vezes diariamente durante três semanas.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Todas as doenças do intestino podem ser evitadas e curadas naturalmente

Pouca gente sabe, mas alergias, artrites, dores de cabeça, problemas de pele, tumores - esses e vários outros problemas de saúde que afligem as pessoas na nossa civilização industrializada estão relacionados ao mau funcionamento do intestino.

O intestino representa a terceira etapa que os alimentos ingeridos nas refeições devem atravessar em sua viagem dentro de nós.

Eles passam primeiramente pela boca, onde devem ser bem mastigados e misturados à saliva.

Depois pelo estômago, onde acontece boa parte da digestão.

E finalmente por esse longo tubo onde a digestão se completa – o intestino.

Neles são absorvidos os nutrientes, e aquilo que resta do bolo fecal é tornado semissólido para poder ser eliminado.

Como consequência desse processo, pelo menos três vezes ao dia transitam no intestino os alimentos e as bebidas que consumimos nas refeições principais.

Na primeira metade do século 20, Arbuthnot Lane, cirurgião do rei da Inglaterra, especializou-se na amputação de trechos doentes do intestino e em costurar as pontas que sobraram para fazer com que o órgão recobrasse sua capacidade de funcionamento.

Ele observou um curioso fenômeno: alguns meses depois de passar por intervenções no cólon, alguns pacientes se curavam de doenças que não tinham, aparentemente, nenhuma ligação com o órgão operado.

Entre eles, um rapaz sarou de uma grave forma de artrite e uma mulher se curou completamente do bócio que a fazia sofrer.

Essas e outras experiências convenceram o cirurgião Lane de que a intoxicação intestinal – sobretudo a do cólon – podia contribuir para o adoecimento de outras partes do organismo que pareciam não ter relação com os intestinos.

Ainda hoje, a medicina oficial declara não ter descoberto a causa de muitas doenças que afligem a humanidade, entre elas o câncer, tumores, doenças autoimunes, vários problemas da pele (psoríase, etc.), alergias ambientais e alergias e intolerâncias alimentares, as quais são cada vez mais numerosas.

Por que ainda não descobriram as causas desses males?

Segundo o médico e escritor norte-americano Bernard Jensen, porque, ao examinar casos de intoxicação orgânica, a medicina leva em consideração apenas os venenos que podem chegar do meio externo (fungos, substâncias químicas, gases, etc.) e não avalia aqueles que podem ser criados no intestino e se difundir para o resto do organismo, prejudicando a boa saúde de outras áreas dele.

Essa falha é surpreendente.

Em um passado não muito distante, a limpeza intestinal era considerada muito importante, e a purga mensal, bem como os periódicos enemas dos quais as pessoas mais velhas certamente se recordarão, era um sinal evidente disso.

O intestino, com sua notável área de contato com os produtos da digestão (cerca de 300 metros quadrados de superfície!), representa um dos “órgãos” mais influentes do corpo.
Ele executa importantes funções digestivas, promove a absorção dos nutrientes e colabora com os rins, a pele e os pulmões nos processos de eliminação de detritos.

As últimas partes do intestino – o cólon (ou intestino grosso) e o reto – são certamente as mais relevantes.

Nessas áreas, graças às enzimas e à flora bacteriana, a digestão se completa e substâncias fundamentais são absorvidas: a água, os aminoácidos (constituintes das proteínas) e muitos dos produtos medicinais que usamos.

O que acontece quando as paredes do cólon não são sadias?

Acontece algo muito perigoso para a boa saúde: a mucosa se inflama e perde sua impermeabilidade.

Ou seja, permite que substâncias tóxicas, alguns parasitas e fragmentos de alimento não bem digeridos a atravessem e entrem nos líquidos orgânicos (o sangue e a linfa).

Tais substâncias nocivas, difundindo-se no organismo inteiro, podem gerar os sintomas mais diversos.

A relação inclui enxaquecas e hemicranias crônicas, alergias, acnes, psoríase e outras doenças da pele, distúrbios da próstata, diverticulite, graves prisões de ventre, prolapsos intestinais, artrites, reumatismos, problemas cardíacos, asma, problemas respiratórios, nódulos das mamas, perda de vitalidade, cansaço, depressão, falta de concentração, agressividade, ataques de pânico, infecção, inflamações, poliartrite, problemas dos cabelos, parasitoses intestinais que produzem o bruxismo (ranger de dentes noturno) e muitos outros distúrbios.

Examinemos algumas condições responsáveis por fazer do nosso intestino o ponto inicial de tantas disfunções e doenças que, num primeiro momento, ninguém iria associar a esse órgão.

Fundamentalmente, até mesmo numa pessoa sadia é possível se encontrar uma ou mais das seguintes anomalias:

1. Incrustações fecais

2. Disbiose intestinal

3. Síndrome do intestino irritável (SII)

4. Síndrome de hiperpermeabilidade intestinal

5. Glúten e doença celíaca

Vamos analisar cada uma separadamente:

1. As incrustações fecais

“Metade das pessoas que declaram gozar de boa saúde carrega continuamente dentro de si, desde a infância, vários quilos de substâncias que nunca foram eliminadas”, afirma o professor e médico Arnold Ehret.

“Para essas pessoas, uma boa evacuação ao dia não tem nenhum significado.”

Quando pensamos na farinha de trigo, sentimos gratidão, imaginando que com ela se mata a fome da humanidade desde os primórdios da história.

É preciso, porém, deixar claro que a farinha usada nos tempos passados era integral, e as donas de casa que tentaram fazer com ela massa para pão sabem muito bem quanto é difícil trabalhá-la sem misturá-la com farinha branca normal.

Mas a farinha branca, infelizmente, apresenta um grave inconveniente, perigoso e pouco conhecido: ela cola!

Isso é fácil de verificar cozinhando a fogo baixo farinha branca e água: cria-se uma cola tão boa que até hoje é usada para encadernar livros antigos.

Com o passar dos anos, os alimentos que contêm farinha branca deixam uma camada sobre as paredes do intestino, especialmente sobre a parte final deles, o intestino grosso ou cólon.

Essa cola, acumulando-se mais e mais a cada dia, pode se tornar tão espessa que no espaço central do intestino (o chamado lúmen) fica difícil passar um lápis.

Uma das maiores causas dos problemas intestinais, especialmente os do cólon, é essa cola que, ao longo dos anos, se torna uma verdadeira incrustação, parecida, nas palavras do doutor Jensen, aos pneus de um automóvel!

Claro, essas incrustações não são as únicas responsáveis.

A elas deve-se acrescentar a vida sedentária, a poluição ambiental, o uso de medicamentos não naturais, uma alimentação não balanceada, demasiado rica em açúcares, alimentos refinados e aditivos químicos e, ao mesmo tempo, pobre de elementos importantes como fibras, vitaminas e sais minerais.

A tudo isso é preciso acrescentar o estresse, que determina uma alteração das paredes intestinais, provocando contrações excessivas ou insuficientes.

Essa condição não apenas causa um acúmulo de toxinas e um aumento das incrustações fecais antes descritas, mas também pode influenciar a flora bacteriana, tornando mais lentos e menos eficazes os processos biológicos próprios do intestino.

intestino_-_colon.jpg

2. A disbiose intestinal

No cólon existe uma notável flora intestinal, passível de modificações que a tornam muito perigosa para a saúde.

Quando a flora é equilibrada e útil ao organismo, ocorre uma condição de saúde que tem o nome de eubiose.

Ao contrário, quando essa flora está desequilibrada (condição, infelizmente, muito difundida na atualidade), toma o nome de disbiose, e suas consequências podem ser nefastas.

Uma alimentação pouco inteligente (muitos açúcares e proteínas, combinações erradas de alimentos, pouca ou nenhuma mastigação), refeições ingeridas de modo apressado e uso de laxantes, antiácidos, antibióticos, etc., criam um produto da digestão (um “bolo”) rico de proteínas mal digeridas e outros elementos anômalos que predispõem ao desenvolvimento de várias substâncias tóxicas e bactérias da putrefação, ambas muito danosas.

Tudo isso, infelizmente, contribui para o forte aumento estatístico das patologias graves do cólon, como diverticulites, pólipos, retocolites ulcerosas e tumores.

3. Síndrome do intestino irritável (SII)

A síndrome do intestino irritável é uma patologia que faz o intestino “espremer” o alimento ingerido de modo excessivamente débil ou forte, fazendo com que o trânsito desse alimento seja demasiado lento ou veloz.

Às vezes a SII é provocada pela ansiedade ou pelo estresse.

No entanto, muitas outras vezes, os testes que determinam a permeabilidade e a motilidade intestinal revelam a presença de fungos, parasitas e/ou bactérias patogênicas.

Os micróbios mais comumente encontrados em situações do gênero são o Blastocystis hominis e as várias espécies de cândida.

Se permitimos que a SII prossiga no tempo sem o devido tratamento, ela pode dar origem a desordens muito sérias, como a infecção por cândida, a sensibilidade química múltipla, a síndrome da fadiga crônica, muitas doenças autoimunes e até mesmo o câncer.

Vale notar que raras vezes os tratamentos médicos conseguem eliminar a SII.

Para seu tratamento efetivo, são mais adequados os remédios naturais. Eles devem ser dirigidos à remoção das causas, à melhora das funções gastrintestinais e à cura da mucosa intestinal.

4. Síndrome de hiperpermeabilidade intestinal

Diversos problemas de saúde surgem por causa do mau funcionamento do intestino, muitas vezes causado pelo estado precário de suas paredes, que perderam a necessária impermeabilidade.

Essa patologia é chamada de “perda de impermeabilidade da mucosa intestinal”.

Há fortes suspeitas de que essa perda é a causa básica de várias patologias, entre as quais doença celíaca, infecção por cândida, doença de Crohn, infestação por giárdia, eczema atópico, problemas digestivos, fadiga crônica, alergias alimentares, intolerâncias alimentares, asma, dores de cabeça e artrite.

A patologia acontece quando, nas paredes do intestino, os espaços entre as células se ampliam a ponto de possibilitar a passagem e a subsequente entrada de substâncias tóxicas na corrente sanguínea.

Essa condição anômala permite às gorduras e aos dejetos que não puderam ser absorvidos (bactérias, fungos, parasitas com suas toxinas, proteínas não digeridas) “gotejar para fora” e entrar na corrente sanguínea.

Considerando-se a vasta superfície da mucosa intestinal e sua grande capacidade de absorção, pode-se compreender quanto é importante que ela permaneça perfeitamente impermeável, para evitar que as substâncias tóxicas possam ser lançadas nos líquidos externos (sangue e linfa) e distribuídas no corpo todo, criando múltiplas disfunções e doenças.

Dessa distribuição de venenos deriva uma série de distúrbios de caráter geral que, à primeira vista, parecem não ter nenhuma relação com o intestino: dores de cabeça, nervosismo, ansiedade, depressão, mau hálito, rinites, acne, dermatites, eczemas, fadiga crônica, envelhecimento da pele, dores nas articulações, artrose, etc.
Essa invasão provoca também uma forte baixa das defesas orgânicas, pois no intestino existem entre 100 e 200 “placas de Peyer” (aglomerados de nódulos linfáticos localizados principalmente na mucosa do íleo, que têm a mesma atividade das tonsilas: produzir substâncias que protegem a mucosa contra a ação de micróbios), essenciais para a manutenção do nosso potencial imunológico.

Isso, obviamente, abre as portas a várias alergias e intolerâncias alimentares.

5. Glúten e doença celíaca

O glúten é uma proteína que, infelizmente, está cada dia mais presente na nossa alimentação.

Ao contrário da crença comum que o associa sobretudo ao pão e ao macarrão, o glúten existe também em vários outros cereais (trigo, cevada, centeio, sorgo) e, obviamente, em todos os seus derivados.

Às vezes o glúten é utilizado para tornar mais densos cremes e pudins, no presunto cozido e em embutidos como salames, mortadelas, salsicha e inclusive em alguns medicamentos.

Com o passar dos anos, especialistas em agricultura selecionaram cereais com conteúdo cada vez maior de glúten.

Do farro com pouquíssimo glúten (que hoje quase ninguém conhece), como aquele usado na Europa na época dos antigos romanos, passou-se ao trigo, que contém muito glúten.

A grande utilização atual do glúten advém do fato de que essa substância torna as massas mais macias e elásticas – uma grande vantagem na panificação, pois assim o pão fica mole e não se esfarela quando cortado em fatias.

Arroz, milho, quinua e trigo-sarraceno não contêm glúten.

A aveia também não, mas como é processada em máquinas que também processam cereais com glúten, acaba se “contaminando”.

Mas já existem, no mercado, marcas de aveia sem glúten.

São relativamente comuns as alergias ao glúten, nas quais a resposta imunológica é similar àquela que acontece nas demais doenças alérgicas de origem alimentar, com o aparecimento de vários sintomas.

Às vezes essas alergias podem desembocar numa moléstia autoimune extremamente grave, a doença celíaca.

Nessa patologia, o sistema imunológico cria anticorpos contra o glúten e pode destruir as vilosidades intestinais e/ou gerar caquexia (estado de magreza extrema), e inclusive levar à morte.

O que podemos fazer?

Os laxantes – infelizmente hoje bastante usados – constituem apenas um benefício momentâneo. A longo prazo, eles tendem a danificar a mucosa intestinal.

Para limpar o intestino de forma radical, pode-se fazer algumas sessões (no máximo quatro ou cinco) de lavagens intestinais (hidrocolonterapia) e outros tratamentos ainda mais completos.

Mas eles exigem acompanhamento médico ou de um hidrocolonterapeuta.

Para manter limpo o intestino, convém retomar o velho, sábio e salutar hábito de refazer periódicas desintoxicações intestinais.

Um dos primeiros sinais de que nosso intestino está carregado de impurezas é o aparecimento de cravos, espinhas, furúnculos e outras inflamações na pele.

Se procurarmos eliminar essas inflamações com o uso de pomadas, corremos o risco de bloquear essa “descarga” e fazer com que o corpo acumule as impurezas em algum outro órgão ainda mais importante do que a pele.

Criam-se assim os pressupostos para problemas bem mais graves.

Dieta para curar o intestino

Uma alimentação correta e saudável é fundamental para corrigir patologias intestinais e manter esse órgão em equilíbrio.

A dieta abaixo pode ajudar na recuperação da flora intestinal.

CAFÉ DA MANHÃ:

Fruta fresca da estação.

Uma maçã, alguns figos ou ameixas secas, colocadas de molho num pouco d’água na noite anterior.

Beber muita água, kefir, Iogurte e coalhada naturais.

Evitar os alimentos em que haja mistura de farinhas e açúcar, pois ela acidifica o organismo.

ALMOÇO:

Comer cereal sem glúten, como arroz ou quinua; verduras e legumes crus à vontade; alternar frango ou peixe.

JANTAR:

Arroz ou quinua, sempre com verdura crua; ou, em vez do cereal, batata-doce ou inhame.

Alternar: frango, peixe, ovos, queijos de cabra, iogurte ou coalhada.

Melhor evitar carnes vermelhas.

Atenção aos alimentos à base de soja, pois quase sempre fazem parte dos organismos geneticamente modificados (transgênicos).

FRUTAS: Melhor quando estão maduras e da estação, mas sempre longe das refeições principais.

SOL:

O sol (vitamina D) também pode ser considerado uma forma de alimento benéfico para as células do intestino.

ELIMINAR:

Açúcar/doces, café com leite, leite de vaca e derivados.

Carnes vermelhas.

Bebidas com gás, sucos de fruta conservados.

Pão branco e até mesmo o integral.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

domingo, 16 de abril de 2017

Brasileira Azul é escolhida a terceira melhor empresa aérea do mundo

Uma pesquisa feita pelo TripAdvisor – um site de viagens com representações em vários países, que fornece informações e opiniões de conteúdos relacionados ao turismo, com base em experiências e avaliações de seus mais de 32 milhões de membros – apontou a companhia aérea brasileira Azul como a terceira melhor do mundo, atrás apenas da Emirates – 1ª colocada – e da Singapore Airlines. A escolha foi feita pelos próprios usuários do TripAdivisor.

                Embora seja a terceira empresa aérea do Brasil, em número de passageiros, atrás da Lantam e da Gol, a Azul já é a segunda maior em frota de aeronaves (125) e a maior em número de destinos oferecidos (103), operando em 97 aeroportos no território brasileiro e em seis internacionais. Em 2015, a Azul teve uma participação de mercado de 17,00% do total de assentos oferecidos em voos domésticos e é a companhia que mais cresce em termos de passageiros por quilômetro voado. Em 2014 tornou-se uma companhia aérea de bandeira do Brasil (Flag Carrier) ao começar rotas internacionais. (Fonte: Wikipedia).

                No TripAdvisor, a Azul recebeu mais de cinco mil avaliações positivas. Os usuários destacaram o conforto oferecido para passageiros como o espaçamento entre assentos, comida, bebida e entretenimento a bordo (wi-fi, TV, filmes), bem como a rapidez no checkin, o atendimento e o excelente custo-benefício. Veja no link https://www.tripadvisor.com.br/Airline_Review-d8728972-Reviews-Cheap-Flights-Azul as avaliações dos membros do TripAdisor sobre a Azul.

sábado, 15 de abril de 2017

Botafogo é destaque na mídia nacional

Time impõe respeito e chama a atenção de comentaristas da imprensa esportiva

Classificado para a final da Taça Rio e para o quadrangular final do Carioca, e líder do Grupo 1 na Libertadores, com duas vitórias, sendo uma fora de casa, o Botafogo vem chamando a atenção da mídia esportiva nacional. Em todos os canais e programas esportivos nas TVs fechada e aberta, rádios e jornais, bem como em sites especializados na internet, os comentaristas têm elogiado a atual performance do alvinegro carioca e de seu jovem treinador, Jair Ventura (foto), feliz estreante no comando de um grande clube brasileiro.

                Até a imprensa paulista, que sempre menosprezou o clube carioca, se rendeu e tem tecido rasgados elogios ao Botafogo, a seus atletas e ao técnico Jair, filho do grande futebolista Jairzinho, ídolo botafoguense e da seleção brasileira na Copa de 70, no México. Com seu futebol simples e objetivo, que tem no conjunto sua grande força para alcançar bons resultados nas competições, o Botafogo, saiu no ano passado, de um quase rebaixamento para a Série B do Brasileirão, para chegar este ano, na fase de grupos da Libertadores.
Jair Ventura, que era treinador das categorias de base, com a demissão de Ricardo Gomes, foi alçado interinamente ao posto de comandante da equipe principal alvinegra, pelo atual presidente Carlos Eduardo Pereira. Mas, de interino, Jair acabou se firmando como um grande técnico, unindo os jogadores em torno de um esquema de jogo coletivo e dando novo ânimo à equipe, que passou a lutar com muita garra em busca das vitórias.

Com jogadores e jogadas admiráveis e a maestria do Jair, os resultados vieram e chamaram a atenção. Os destaques do time, além das vitórias, foram os belos gols “de bicicleta”, que o alvinegro marcou, empolgando não só a torcida, como também os comentaristas esportivos. Hoje o Botafogo agrada a todos pelo belo futebol que tem apresentado. Que venham os títulos.

Torcida do Botafogo chega junto e impulsiona o time no Carioca e na Libertadores

Com novos sócios, maior venda de camisas, maior público e renda: em 2017, mais popular do Rio é o Botafogo.

O Botafogo desbancou o Flamengo, que pode até ter o elenco mais estrelado do Rio de Janeiro. Mas o início de ano, já com jogos decisivos pela Copa Libertadores, faz com que o Botafogo atraia interesse como nenhum outro clube do estado em 2017. A equipe alvinegra se destaca com novos sócios, venda de camisas e bilheteria. No ranking disponibilizado pela rede “Centauro”, por exemplo, nenhum clube brasileiro vendeu mais camisas que o Botafogo em 2017. Em janeiro, o clube respondeu por 20,5% das vendas da loja entre os todos os clubes participantes e, em fevereiro, está empatado com o São Paulo, com 18,2% cada.
Nos dois levantamentos, o Flamengo aparece logo atrás. Em janeiro, a camisa rubro-negra foi a segunda mais procurada na rede, respondendo por 9,4% das vendas; enquanto, em fevereiro, aparece na terceira colocação, com 12,1%. Já no ranking que informa os números de sócios-torcedores dos clubes participantes do “Movimento Por Um Futebol Melhor”, o Botafogo é a terceira equipe que mais ganhou associados no ano, com 9.325, atrás apenas da Chapecoense, líder com 20.076, e do Náutico, segundo com 11.383.

Em média, o clube alvinegro ganhou 25,5 sócios por dia, mais de 20 acima da média diária registrada pelo Flamengo, 4,25. O terceiro colocado do último Campeonato Brasileiro ganhou 1.553 sócios em 2017, a quinta maior marca entre todas as equipes, atrás também do Atlético-MG (2.010).

Maior audiência do ano na TV paga é do Botafogo

Alvinegro carioca suplanta até o Barcelona na Liga dos Campeões da Europa no duelo de transmissões esportivas por sina fechado de televisão.
O provável boicote da Rede Globo de Televisão ao Botafogo, que prefere sempre transmitir jogos do Flamengo ou do Corinthians, acabou projetando ainda mais o alvinegro carioca. Sem possibilidades de assistir ao jogo na TV aberta, a torcida botafoguense optou pela TV paga, fazendo com que a estreia do Botafogo na fase de grupos da Libertadores batesse recorde de audiência na TV por assinatura no ano de 2017. A partida contra o Estudiantes, disputada no último dia 14 de março, no Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro, além do grande comparecimento de público nas arquibancadas, também registrou uma audiência maior até do que a da transmissão da goleada do PSG sobre o Barcelona.

Exclusivo no Sportv, o jogo do Botafogo teve 6,7 pontos no Ibope se levarmos em consideração apenas os domicílios, sem contar as exibições em espaços públicos como bares e restaurantes. Esse número equivale a 2,64 pontos de audiência no universo de indivíduos, o que daria quatro milhões de pessoas acompanhando a vitória por 2 a 0. O número superou a vitória do PSG sobre o Barcelona, a maior audiência de futebol internacional em 2017. Naquela ocasião, o EI Maxx, que exibiu com exclusividade do duelo, a transmissão atingiu 4,95 pontos no universo de domicílios. Além do Sportv, o Fox Sports também tem direito de transmissão da Libertadores. Mas os jogos têm sido divididos com exclusividade entre as emissoras, exceto quando a Globo também transmite os duelos.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Estudante da Cultura Racional mantém calma e se livra de sequestro em Brasília

"A CALMA traz a LUZ, e a LUZ conduz todo obscuro à LUZ!" 

(Francisco de Assis)


Vítima de sequestrador em Brasília visita hospital e IML para fazer exames. Jurema - FOTO - recebeu medicamentos de coquetel anti-HIV e agendará injeção antitetânica por ter sido ferida levemente com a faca do criminoso.

Jurema preferiu receber o apoio da família e fazer o exame no dia seguinte. No último dia 4 de novembro, um dia depois de passar momentos de tensão sob o poder do sequestrador Robson Martins da Silva, 33 anos, Jurema da Silva Assunção, 28, seguiu para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT), após recomendação de uma amiga enfermeira. Ela recebeu medicamentos de coquetel anti-HIV e agendará injeção antitetânica, uma vez que foi ferida com a faca do criminoso.

 "Eu só pensava: eu, ele e a faca", diz servidora vítima de sequestrador, que tem extensa ficha criminal e cumpria prisão domiciliar. Logo após, Jurema seguiu para o Instituto de Medicina Legal (IML) para fazer exame de corpo delito. Segundo a jovem, o procedimento não foi feito ontem porque ela preferiu ir para casa e receber o apoio da família. “Ontem os ânimos estavam à flor da pele e eu quis ficar mais recolhida. Tive uma noite tranquila. Quando deitei a cabeça no travesseiro, algumas imagens vieram à cabeça, mas eu procurei relaxar e dormi tranquila”, diz.

Ainda tranquila, Jurema ressalta que familiares e amigos ficaram mais abalados do que ela. A servidora pública, que é estudante da Cultura Racional do Terceiro Milênio, dos livros UNIVERSO EM DESENCANTO, disse que aprende diariamente os conceitos de calma, paciência e persistência. “Com esses três pilares, se vence e eu coloco em prática esses ensinamentos, como fiz ontem”, acrescenta.


"Eu só pensava: eu, ele e a faca", disse. A postura de Jurema da Silva, refém de Robson Martins, é avaliada pela Casa Militar do GDF como determinante para a integridade dos dois durante o desfecho do caso. Mesmo com uma faca no pescoço, ela conversou e obedeceu às ordens do acusado.
O comportamento da servidora pública Jurema Assunção da Silva, 28 anos, enquanto esteve em poder de Robson Martins da Silva, 33, chamou a atenção de quem acompanhou o episódio nos arredores do Palácio do Buriti na tarde de ontem. A aparente tranquilidade da moça foi fundamental para o desfecho da história. Sem alterar o tom de voz, ela pedia ao sequestrador para que ficasse calmo e evitou fazer movimentos rápidos para não assustá-lo. Durante quase toda a hora em que esteve com uma faca apontada para o pescoço, a bibliotecária só pensava em obedecer às ordens do homem para evitar ser ferida ou até morta.

O diretor de Segurança da Casa Militar do GDF, tenente-coronel Alexandre Silva, acompanhou Jurema desde a abordagem em frente ao TCDF até a saída do Hospital Santa Helena, na Asa Norte, onde foi atendida. Ele afirmou que a servidora pública estava tranquila. “Os tios chegaram ao hospital bastante preocupados e só se acalmaram quando a viram. Ela estava bem, mas me falou que não queria contato com ninguém que não fosse da família”, relatou. O oficial reconheceu que a postura de Jurema durante toda a situação contribuiu para que tudo acabasse bem. “(Ela) Pedia para ele se entregar e largar a faca, pois ninguém faria mal a ele. A conduta dela foi favorável para a integridade dos dois”, elogiou.

"Vou continuar minha vida"

Depois do dia mais tenso de sua vida, a servidora pública Jurema da Silva Assunção, 28 anos, abriu as portas da casa, em Samambaia, para o Correio Braziliense. Vestida de branco e com os cabelos soltos e molhados, ela falou sobre os momentos de medo que viveu sob o poder do sequestrador. Dois pequenos arranhões — no braço direito e na mão esquerda da jovem — indicavam as horas de tensão passadas pela bibliotecária. A serenidade de Jurema — exposta o tempo todo pela fé da mulher — ajudou não só a polícia, mas fez com que o criminoso se mantivesse calmo diante das circunstâncias. A filha mais nova da dona de casa Maria Nascimento, 52, mostrou tranquilidade e revelou um gênio que a mãe já conhecia. Religiosa, falou de Deus para o sequestrador. Como você chegou até o local?
Cheguei de carro e estacionei naquele lugar, como faço todos os dias. Aguardava o transfer para o Tribunal de Justiça e estava na parada há uns dois ou três minutos. Havia outras duas pessoas, um homem e uma mulher. Quando percebi, o homem já estava muito próximo de mim. As outras pessoas conseguiram se levantar e foram para trás do ponto de ônibus. Quando notei que ele vinha em minha direção, também tentei levantar e fugir, mas ele me segurou pelo cabelo. A princípio, achei que fosse um assalto.

Como ele reagiu?
No início, eu não vi a faca. Só depois que ele me deu uma gravata no pescoço é que eu fui perceber. Tentei tirar a faca da mão dele, mas me machuquei no dedo. Eu falava para ele ficar tranquilo e que eu poderia ajudá-lo.

Como foram os momentos seguintes?
Ele pediu para que eu solicitasse aos policiais um revólver ou uma outra faca para ele se matar. Ele também pedia muito a presença da imprensa, porque dizia que os policiais queriam matá-lo. Eu comecei a conversar com ele dizendo que um advogado iria ajudá-lo. Chegou um homem e se apresentou com a carteira da OAB, mas ele não quis o apoio.

Quais eram as reivindicações dele?
Ele falava a todo momento que os policiais estavam atrás dele e que iam tirar a vida dele, assim como fizeram com a família. Ele também falava que ia se matar. Eu disse assim: ‘Quem deu a sua vida para você não foi Deus? Você não acha que só Ele pode tirá-la?’. Ele respondeu que já tinha tido essa visão e que isso iria acontecer.

Como você reagiu?
No início, eu fiquei preocupada, mas ele falou que não ia me machucar. Foi aí que eu comecei a ficar tranquila. Ele pedia para eu não o deixar nas mãos dos policiais e falava que queria a presença da Dilma (Rousseff) e da imprensa.

Estudo transcendental traz calma, confiança e equilíbrio para enfrentar momentos difíceis
Livro Universo em Desencanto 
O fato de Jurema ser estudante da Cultura Racional - dos livros UNIVERSO EM DESENCANTO - em muito contribuiu para que ela mantivesse a calma e o equilíbrio necessários para enfrentar esse momento difícil que ela passou. O estudo do desenvolvimento do Raciocínio, através do estímulo da glândula pineal no cérebro humano, através da Energia Racional contida na obra transcendental fez com que ela tivesse confiança por saber que existem forças cósmicas superiores que podem socorrer as pessoas nessas horas em que muita gente normalmente perde a calma e entra em desespero. 
Como a calma traz a luz e a luz conduz todo ser obscuro à luz, Jurema manteve-se calma e confiante, transmitindo ao criminoso essa sensação de paz e tranquilidade, e de que tudo poderia acabar bem, sem ferimentos e sem mortes, já que a vida dos dois estavam em perigo naquele momento, uma vez que a polícia já havia feito o cerco e procurava o melhor desfecho para o episódio. Felizmente, graças ao comportamento de Jurema, ninguém saiu ferido, apesar do susto.

Veja o vídeo de seu depoimento ao jornal Correio Braziliense, que noticiou o sequestro:
https://www.youtube.com/watch?v=r5PCk8LepyQ

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

EXCLUSIVO! Jornalista e ex-oficial da Marinha dos EUA sustenta que CIA matou Campos e diz que "Marina é a predileta dos EUA e dos especuladores"

Jornalista de renome nos EUA, Wayne Madsen (foto) publicou em sua coluna no jornal online Strategic Culture Foundation o texto em que denuncia que a morte do candidato a presidente Eduardo Campos (PSB), em acidente de avião no dia 13 de agosto, teria resultado de uma trama da CIA.

O artigo é intitulado “All Factors Point to CIA Aerially Assassinating Brazilian Presidential Candidate” (“Todos os Fatores indicam que a CIA assassinou por via aérea candidato brasileiro à Presidência”). Madsen estabelece que uma derrota de Dilma Rousseff representaria uma vitória para os planos de Barack Obama de eliminar “presidentes progressistas” da América Latina.

Wayne Madsen concedeu entrevista exclusiva a este blog, em que reafirma a tese de que a CIA matou Campos. Ex-oficial da Marinha dos EUA, o jornalista Wayne Madsen é taxativo: “Marina Silva é a favorita de Obama e do George Soros. Marina defende que os EUA comandem a globalização, livre comércio, investimentos privados e Marina é pró-Israel: Marina é do jeito que o Pentágono e Wall Street adoram”. Ele é taxativo: os técnicos da National Transportation Safety Board, órgão dos EUA que investiga acidentes, vieram ao Brasil para levar as provas do acidente de Campos para os EUA – e sumiram com elas.

Blog do Tognolli - Você conhece algum caso nos EUA que envolva não gravação de conversações e fatos similares aos de Campos?
Wayne Madsen- O caso da queda do avião de Campos não recebeu nenhuma cobertura na mídia dos EUA. Mas aqui nos EUA já vimos casos similares em não divulgação de teor de caixas pretas após grandes acidentes, como no caso da quedas do TWA 800, vôo American Airlines 587 de Nova York a Santo Domingo, na República Dominicana, e queda dos aviões do senador Paul Wellstone e de John F Kennedy Jr.

Nota do blog, sobre a morte de Wellstone há esse site:
http://www.fromthewilderness.com/free/ww3/110102_wellstone.html
Nota do blog: John Fitzgerald Kennedy, Jr. (25 de Novembro de 1960 — 16 de Julho de 1999), conhecido também como John F. Kennedy, Jr., JFK Jr., John Jr., John Kennedy ou John-John, era um advogado, jornalista e editor estadunidense. Era filho de John F. Kennedy e de Jacqueline Kennedy Onassis e irmão mais novo de Caroline Schlossberg.

Em 1995, John Kennedy, Jr. fundou a revista George.
Em 21 de Setembro de 1996, casou-se com Carolyn Bessette.
Três anos depois, em 16 de Julho de 1999, John, sua esposa Carolyn e sua cunhada Lauren morreram num acidente de avião. Kennedy estava pilotando o monomotor. Os três estavam indo para o casamento da prima de John, Rory. Ele faleceu aos 38 anos e seu corpo foi cremado.

Blog do Tognolli - Você apenas opina sobre a participação da CIA na morte de Campos ou tem elementos como indícios de prova material?
Wayne Madsen - Os rastros do envolvimento da CIA na morte de Campos são as anomalias técnicas que envolvem a queda e a confusa história da propriedade do avião. A L3 Communications and Textron prestam serviços para a CIA.

Nota do Blog: A L-3 Communications, Inc. é uma empresa de Defesa americana, baseada em Manhattan, Nova York, que fabrica equipamentos de “Controle e Comando”, Comunicações, Inteligência, Monitoramento, sistemas de reconhecimento, aviônica, além de instrumentação e produtos oceânicos e aeroespaciais. A empresa possui 63.000 funcionários e um faturamento superior a 15 bilhões de dólares. Seus principais clientes são o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, a CIA, a NASA e diversas empresas de telecomunicação e forças armadas internacionais.

A Textron Company é uma holding norte-americana que controla empresas fabricantes de aeronaves civis e militares. A Textron foi fundada em 1923, por Royal Little, como Special Yarns Company hoje inclui empresas em diversos ramos de negócios como:
Bell Aircraft Corporation
Cessna Aircraft Company
Lycoming Engines

Blog do Tognolli - Quais outros casos envolvem a CIA?
Wayne Madsen - A CIA dispõe de vasta experiência em derrubar aviões: derrubaram o avião dos presidentes Roldos, no Equador, Torrijos, no Panamá, do líder revolucionário cubano Camilo Cienfuegos, em 1959, e o também o avião da Cubana 455, em Barbados. A CIA também derrubou o avião do primeiro-ministro de Portugal, Sá Carneiro, e de seu ministro da defesa, mortos na queda do Cessna 421 em Lisboa, em 1980, numa pré-eleição muito parecida agora com a pré-eleição de Campos. Essa queda pavimentou a entrada de um governo português pró-EUA.

Temos também a morte do candidato presidencial venezuelano Renny Ottolina, morto numa suspeita queda de um Cessna 310, em 1978. Renny Ottolina era um apoiador dos ideias bolivaristas para a integração total da América Latina, ideais que foram mais tarde adotados por Hugo Chavez e eram obviamente combatidos pela CIA.

Renny Ottolina seria um futuro alvo primordial da CIA por sustentar esses ideais no poder. O líder político indiano Madhavrao Scindia morreu numa queda suspeita de Cessna C 90 em 2001. Ele era o autêntico marajá da cidade de Gwalior, e se desse certo como líder politico nacional teria trazido de volta as regras de antigos principados, muitas das quais seriam radicalmente opostas à globalização da sociedade Indiana. Ele seria um dos maiores estorvos para a CIA.

Nota do Blog: Gwalior é uma cidade do estado de Madhya Pradesh, na Índia. Localiza-se no centro do país. Tem cerca de 917 mil habitantes. Foi capital de um principado semi-independente até 1947.

Avião de Campos caiu num terreno baldio em Santos,
não causando vítimas em terra, como estivesse sendo
controlado à distância para desviar dos prédios.
Blog do Tognolli - Por que na sua opinião a CIA escolheu Campos, e não o venezuelano Maduro ou nossa presidente Dilma ?
Wayne Madsen - Porque o PT de Dilma teria nomeado rapidamente um substituto petista caso ela fosse assassinada. Campos virou um alvo para poder elevar Marina e garantir uma derrota a Dilma e ao PT.

Blog do Tognolli - Há casos similares de queda de Cessna 560XLS, como o de Campos?
Wayne Madsen - Não, esse avião tem índices de segurança exemplares. Mas o avião de John F Kennedy Jr era um Cessna que suspeita-se tenha sofrido sabotagem. Um Cessna 310 caiu e matou o republicano Hale Boggs, um membro dissidente da comissão Warren, que investigava a morte do presidente John Kennedy. Hale Boggs acusava a CIA de estar por detrás do assassinato do presidente John Kennedy. A queda de um Cessna 335 matou também o governador do estado do Missouri, Mel Carnahan, um dia antes das eleições.

Nota do Blog: A Comissão Warren (nome oficial The President’s Commission on the Assassination of President Kennedy), foi estabelecida em 29 de Novembro de 1963 pelo presidente dos Estados Unidos da América Lyndon B. Johnson para investigar o assassinato do presidente John F. Kennedy.

Blog do Tognolli - Por que você não confia nos membros da National Transportation Safety Board, que veio ao Brasil investigar a queda do Cessna de Campos?
Wayne Madsen - Porque esse pessoal da NTSB foi publicamente acusado de acobertar as causas da quada do TWA 800.

Blog do Tognolli - Como ex oficial da Marinha dos EUA, você foi um dos responsáveis por ter implantado o primeiro programa de segurança deles. Você dispoõe de fontes militares para acusar a CIA na morte de Campos?
Wayne Madsen - Eu de fato tenho muitas fontes da comunidade de inteligência dos EUA que acusam o diretor da CIA, John Brennan, de participar de mortes praticadas pela CIA em serviços clandestinos que fazem parte rotineira das operações diárias da CIA.

Blog do Tognolli - Como a CIA mascara crimes, como você sugere tenha sido feito com Campos?
Wayne Madsen - Mascaram fazendo com que tais crimes se pareçam com acidentes e depois passam a acusar quem os põe em xeque como sendo teóricos da conspiração, fazendo uso de jornalistas pagos pela CIA para disseminar a propaganda dos serviços de inteligência dos EUA.

Blog do Tognolli - Como a National Transportation Safety Board opera então no Brasil?
Wayne Madsen - O pessoal da NTSB só atua em nome do governo doa EUA, sempre acusando alguém pela queda de aviões, para despistar, como fizeram agora contra o governo da Rússia, acusando-o de ter derrubado o avião da Malaysia Airlines 17 na Ucrânia.

Blog do Tognolli - Quem são os políticos favoritos dos EUA no Brasil e quem são os mais odiados?
Wayne Madsen - Marina Silva é a favorita de Obama e do Soros. Marina defende que os EUA comandem a globalização, livre comercio, investimentos privados e Marina é pró-Israel: Marina é do jeito que o Pentágono e Wall Street adoram.

Blog do Tognolli - Como um repórter investigativo brasileiro poderia ter atuado no caso Campos?
Wayne Madsen - Jamais deveriam ter permitido que o pessoal da National Transportation Safety Board tivesse sido permitido a retirar evidências e dados físicos da cena da queda do avião de Campos e os levado aos EUA: jamais.

Nota do Blog: George Soros (Budapeste, 12 de Agosto de 1930) é um empresário e homem de negócios húngaro-americano. Ficou famoso pelas suas atividades enquanto especulador, nomeadamente em matéria de taxas de câmbio, chegando a ganhar 1 bilhão de dólares em um único dia apostando contra o banco da Inglaterra, bem como pela sua atividade filantrópica, que apoiou entre outros, a Universidade Central Europeia.

Fonte: Yahoo Notícias

"Não existe aquecimento global", diz representante da OMM na América do Sul

Assim falou o Prof. Luiz Carlos Baldicero Molion (foto), da Universidade Federal de Alagoas. 
Com 40 anos de experiência em estudos do clima no planeta, o meteorologista da Universidade Federal de Alagoas Luiz Carlos Molion apresenta ao mundo o discurso inverso ao apresentado pela maioria dos climatologistas. Representante dos países da América do Sul na Comissão de Climatologia da Organização Meteorológica Mundial (OMM), Molion assegura que o homem e suas emissões na atmosfera são incapazes de causar um aquecimento global. Ele também diz que há manipulação dos dados da temperatura terrestre e garante: a Terra vai esfriar nos próximos 22 anos.

Em entrevista ao Portal Universo On Line (UOL), Molion foi irônico ao ser questionado sobre uma possível ida a Copenhague: “perder meu tempo?” Segundo ele, somente o Brasil, dentre os países emergentes, dá importância à conferência da ONU. O meteorologista defende que a discussão deixou de ser científica para se tornar política e econômica, e que as potências mundiais estariam preocupadas em frear a evolução dos países em desenvolvimento.

Segundo Luiz Carlos Molion, somente o Brasil, dentre os países emergentes, dá importância à conferência da ONU.

*UOL: Enquanto todos os países discutem formas de reduzir a emissão de gases na atmosfera para conter o aquecimento global, o senhor afirma que a Terra está esfriando. Por quê?

Luiz Carlos Molion: Essas variações não são cíclicas, mas são repetitivas. 
O certo é que quem comanda o clima global não é o CO2. Pelo contrário! 
Ele é uma resposta. Isso já foi mostrado por vários experimentos. 
Se não é o CO2, o que controla o clima? 
O sol, que é a fonte principal de energia para todo sistema climático. 
E há um período de 90 anos, aproximadamente, em
que ele passa de atividade máxima para mínima. Registros de atividade solar, da época de Galileu, mostram que, por exemplo, o sol esteve em baixa atividade em 1820, no final do século 19 e no inicio do século 20. Agora o sol deve repetir esse pico, passando os próximos 22, 24 anos, com baixa atividade.

*UOL: Isso vai diminuir a temperatura da Terra?

Molion: Vai diminuir a radiação que chega e isso vai contribuir para diminuir a temperatura global. 
Mas tem outro fator interno que vai reduzir o clima global: os oceanos e a grande quantidade de calor armazenada neles. 
Hoje em dia, existem boias que têm a capacidade de mergulhar até 2.000 metros de profundidade e se deslocar com as correntes. 
Elas vão registrando temperatura, salinidade, e fazem uma amostragem. 
Essas boias indicam que os oceanos estão perdendo calor. Como eles constituem 71% da superfície terrestre, claro que têm um papel importante no clima da Terra. 
O [oceano] Pacífico representa 35% da superfície, e ele tem dado mostras de que está se resfriando desde 1999, 2000. 
Da última vez que ele ficou frio na região tropical foi entre 1947 e 1976. Portanto, permaneceu 30 anos resfriado.

*UOL: Esse resfriamento vai se repetir, então, nos próximos anos?

Molion: Naquela época houve redução de temperatura, e houve a coincidência da segunda Guerra Mundial, quando a globalização começou pra valer. 
Para produzir, os países tinham que consumir mais petróleo e carvão, e as emissões de carbono se intensificaram. 
Mas durante 30 anos houve resfriamento e se falava até em uma nova era glacial. 
Depois, por coincidência, na metade de 1976 o oceano ficou quente e houve um aquecimento da temperatura global. Surgiram então umas pessoas - algumas das que falavam da nova era glacial - que disseram que estava ocorrendo um aquecimento e que o homem era responsável por isso.

*UOL: O senhor diz que o Pacífico esfriou, mas as temperaturas médias Terra estão maiores, segundo a maioria dos estudos apresentados.

Molion: Depende de como se mede.

*UOL: Mede-se errado hoje?

Molion: Não é um problema de medir, em si, mas as estações estão sendo utilizadas, infelizmente, com um viés de que há aquecimento.

*UOL: O senhor está afirmando que há direcionamento?

Molion: Há. Há umas seis semanas, hackers entraram nos computadores da East Anglia, na Inglaterra, que é um braço direto do IPCC [Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática], e eles baixaram mais de mil e-mails. 
Alguns deles são comprometedores. 
Manipularam uma série para que, ao invés de mostrar um resfriamento, mostrassem um aquecimento.

*UOL: Então o senhor garante existir uma manipulação?

Molion: Se você não quiser usar um termo tão forte, digamos que eles são ajustados para mostrar um aquecimento, que não é verdadeiro.

*UOL: Se há tantos dados técnicos, por que essa discussão de aquecimento global? Os governos têm conhecimento disso ou eles também são enganados?

Molion: Essa é a grande dúvida. 
Na verdade, o aquecimento não é mais um assunto científico, embora alguns cientistas se engajem nisso. 
Ele passou a ser uma plataforma política e econômica.
Da maneira como vejo, reduzir as emissões é reduzir a geração da energia elétrica, que é a base do desenvolvimento em qualquer lugar do mundo. Como existem países que têm a sua matriz calcada nos combustíveis fósseis, não há como diminuir a geração de energia elétrica sem reduzir a produção.

*UOL: Isso traria um reflexo maior aos países ricos ou pobres?

Molion: O efeito maior seria aos países em desenvolvimento, certamente.
Os desenvolvidos já têm uma estabilidade e podem reduzir marginalmente, por exemplo, melhorando o consumo dos aparelhos elétricos.
Mas o aumento populacional vai exigir maior consumo.
Se minha visão estiver correta, os países fora dos trópicos vão sofrer um resfriamento global. 
E vão ter que consumir mais energia para não morrer de frio. 
E isso atinge todos os países desenvolvidos.

*UOL: O senhor, então, contesta qualquer influência do homem na mudança de temperatura da Terra?

Molion: Os fluxos naturais dos oceanos, polos, vulcões e vegetação somam 200 bilhões de emissões por ano. 
A incerteza que temos desse número é de 40 bilhões para cima ou para baixo. 
O homem coloca apenas 6 bilhões, portanto a emissões humanas representam 3%. 
Se nessa conferência conseguirem reduzir a emissão pela metade, o que são 3 bilhões de toneladas em meio a 200 bilhões?
Não vai mudar absolutamente nada no clima.

*UOL: O senhor defende, então, que o Brasil não deveria assinar esse novo protocolo?

Molion: Dos quatro do bloco do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), o Brasil é o único que aceita as coisas, que “abana o rabo” para essas questões. 
A Rússia não está nem aí, a China vai assinar por aparência. 
No Brasil, a maior parte das nossas emissões vem da queimadas, que significa a destruição das florestas. 
Tomara que nessa conferência saia alguma coisa boa para reduzir a destruição das florestas.

*UOL: Mas a redução de emissões não traria nenhum benefício à humanidade?

Molion: A mídia coloca o CO2 como vilão, como um poluente, e não é. Ele é o gás da vida. 
Está provado que quando você dobra o CO2, a produção das plantas aumenta. 
Eu concordo que combustíveis fósseis sejam poluentes. 
Mas não por conta do CO2, e sim por causa dos outros constituintes, como o enxofre, por exemplo. Quando liberado, ele se combina com a umidade do ar e se transforma em gotícula de ácido sulfúrico e as pessoas inalam isso. 
Aí vêm os problemas pulmonares.

*UOL: Se não há mecanismos capazes de medir a temperatura média da Terra, como o senhor prova que a temperatura está baixando?

Molion: A gente vê o resfriamento com invernos mais frios, geadas mais fortes, tardias e antecipadas. 
Veja o que aconteceu este ano no Canadá. 
Eles plantaram em abril, como sempre, e em 10 de junho houve uma geada severa que matou tudo e eles tiveram que replantar. 
Mas era fim da primavera, inicio de verão, e deveria ser quente. O Brasil sofre a mesma coisa. 
Em 1947, última vez que passamos por uma situação dessas, a frequência de geadas foi tão grande que acabou com a plantação de café no Paraná.

*UOL: E quanto ao derretimento das geleiras?

Molion: Essa afirmação é fantasiosa. 
Na realidade, o que derrete é o gelo flutuante.
E ele não aumenta o nível do mar.

*UOL: Mas o mar não está avançando?

Molion: Não está. Há uma foto feita por desbravadores da Austrália em 1841 de uma marca onde estava o nível do mar, e hoje ela está no mesmo nível. 
Existem os lugares onde o mar avança e outros onde ele retrocede, mas não tem relação com a temperatura global.

*UOL: O senhor viu algum avanço com o Protocolo de Kyoto?

Molion: Nenhum. Entre 2002 e 2008, se propunham a reduzir em 5,2% as emissões e até agora as emissões continuam aumentando. 
Na Europa não houve redução nenhuma. 
Virou discursos de políticos que querem ser amigos do ambiente e ao mesmo tempo fazer crer que países subdesenvolvidos ou emergentes vão contribuir com um aquecimento. 
Considero como uma atitude neocolonialista.

*UOL: O que a convenção de Copenhague poderia discutir de útil para o meio ambiente?

Molion: Certamente não seriam as emissões. Carbono não controla o clima. 
O que poderia ser discutido seria: melhorar as condições de prever os eventos, como grandes tempestades, furacões, secas; e buscar produzir adaptações do ser humano a isso, como produções de plantas que se adaptassem ao sertão nordestino, como menor necessidade de água. 
E com isso, reduzir as desigualdades sociais do mundo.

*UOL: O senhor se sente uma voz solitária nesse discurso contra o aquecimento global?

Molion: Aqui no Brasil há algumas, e é crescente o número de pessoas contra o aquecimento global. 
O que posso dizer é que sou pioneiro. 
Um problema é que quem não é a favor do aquecimento global sofre retaliações, têm seus projetos reprovados e seus artigos não são aceitos para publicação. 
E eles [governos] estão prejudicando a Nação, a sociedade, e não a minha pessoa.

http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2009/12/11/nao-existe-aquecimento-global-diz-representante-da-omm-na-america-do-sul.htm

CALOR NO BRASIL NÃO É FRUTO DE AQUECIMENTO GLOBAL.

Prof. Luiz Carlos Molion mais uma vez desmente boatos ideológicos e ficções enviesadas do socialismo "verde". No Canal Rural, 4 de abril 2014, o cientistas aponta futuros insanáveis no último relatório do IPCC (AR5, ou quinto relatório de avaliação) que espalha pânico acenando com fortes mudanças climáticas que só existem no computador de quem as inventou. 
E tranquiliza aos agricultores brasileiros. Veja o vídeo no Site 
http://ecologia-clima-aquecimento.blogspot.com.br/p/mitos-refutados.html

Pesquisador diz que tendência dos próximos anos é o esfriamento da Terra e que efeito estufa é tese manipulada pelos países ricos.

http://www.istoe.com.br/assuntos/entrevista/detalhe/255_AQUECIMENTO+GLOBAL+E+TERRORISMO+CLIMATICO

Veja os vídeos
AQUECIMENTO GLOBAL É UMA MENTIRA - Professor da UFAL explica
https://www.youtube.com/watch?v=r-FI82SFo3g

“AQUECIMENTO GLOBAL É UMA FARSA”.
As Mentiras do Aquecimento Global - Luiz Carlos Molion - Programa 3A1-HD
https://www.youtube.com/watch?v=pjFc2EwXzZo

ALERTA! Vamos preocupar mais com o que estão jogando no nosso(s) Céu(s)

Cada dia é precioso. Precisamos de 20.000 assinaturas!
Ajude a limpar os céus do Brasil proibindo os CHEMTRAILS.
Acesse o site do Senado e apóie esta iniciativa, através do Portal E-Cidadania..
Uma proposição legislativa foi iniciada com o objetivo de proibir os “Chemtrails”, ou quaisquer pulverizações químicas na atmosfera, bem como exigir a apuração de responsabilidades sobre as pulverizações de produtos tóxicos que vêm sendo realizadas clandestinamente no Brasil por aeronaves não identificadas. 
Nos moldes com que foi criada a lei da Ficha Limpa, esta contribuição legislativa é fruto da iniciativa popular e caso, venha a se conseguir reunir o número necessário de assinaturas até a data de 22/10/2014, o Senado se verá forçado a levar este assunto à pauta na Comissão de Meio Ambiente, de forma a dotar de uma maior transparência as ações de geoengenharia que se encontram em andamento no país.
Eu já assinei...assine você também!
Assine a petição!

http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=26041

Veja este vídeo e saiba como assinar a petição!
https://www.youtube.com/watch?v=5HObGihizXA

DOCUMENTÁRIO DE ÓTIMA QUALIDADE, QUEM NÃO VIU..VEJA.."RASTROS QUÍMICOS".
O que estão pulverizando pelo mundo? - Legendado Português
http://www.youtube.com/watch?v=mY8FaDUPEl4&feature=share

RASTRO AVIÃO COMUM X RASTRO DE CHEMTRAILS , VEJA A DIFERENÇA
CONTRAIL vs CHEMTRAIL 101
http://www.youtube.com/watch?v=3kcTvqiMNl8

Pesquise no Google: Rastros Químicos e Chemtrails

Marcha Global Contra os Rastros Químicos- PORTUGAL
https://www.youtube.com/watch?v=oN3Km2lGQr4

MARCHA GLOBAL CONTRA OS RASTROS QUÍMICOS!

SÃO PAULO - Vão do Masp- Avenida Paulista
Sábado 27 de setembro de 2014 - 18:30 hrs

“O pior cego é aquele que não quer ver”.

sábado, 13 de setembro de 2014

Goiânia tem escola pública com nome de Manoel Jacintho Coelho

Homenageado é o Grão Mestre da Cultura Racional e autor de mil livros e fascículos da obra transcendental Universo em Desencanto. Escola fica situada na Rua JC-103, no setor Jardim do Cerrado VI.
Mestre Manoel Jacintho Coelho, o grande homenageado.

No último dia 10 deste mês, no plenário da Câmara Municipal de Goiânia (GO), durante sessão ordinária presidida pelo vereador Clécio Alves, foi apreciado e votado o Projeto de Lei nº 032/14, de autoria do prefeito municipal Paulo Garcia, que dispunha sobre a criação e denominação da Escola Municipal Manoel Jacinto Coelho, situada à Rua JC-103, APM 04, setor Jardim do Cerrado VI, em segunda votação e com parecer favorável do relator, vereador Tayrone Di Martino, da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia, foi aprovado por unanimidade e encaminhado ao Núcleo de Processamento e Controle Legislativo.
O presidente da Câmara de Goiânia solicitou que se registrasse em ata o comparecimento de todos os alunos da Escola Municipal Manoel Jacintho Coelho, bem como, de professores, funcionários e convidados, citando nominalmente as presenças de Joacy Eneida Cortes, Fábio Moreira, Roberto Vilela Filho, Silvany Cristine Bezerra, Walquíria Gomes da Silva, Silvia Rejane Braz, Clarislene Paula Domingos, Elizete Trajano, Medeya Bueno, Leusina Macedo, Edésio Profírio, Carmem Oliveira, Eudinéia Almeida, Vilda Rosa Pessoa, Valdemir Moreira e Sandra Augusto. O vereador Jorge do Hugo também se congratulou com seu amigo Edésio e a diretora Sandra.
Diretores, professores e convidados prestigiaram o evento.
Alunos da escola municipal MJC estavam presentes.
O homenageado com o nome do educandário, Grão-Mestre Manoel Jacintho Coelho, patrono e fundador da Cultura Racional do Terceiro Milênio, que teve origem em 4 de outubro de 1935, no Rio de Janeiro, então capital federal. Mestre MJC, como também é conhecido, faleceu em janeiro de 1991, mas antes, ele deixou escritos os mil volumes da obra transcendental “Universo em Desencanto”, que já está difundida em todo o Brasil e em diversos países do mundo, sendo traduzida para vários idiomas.

A Escola Racional MJC em Fortaleza existe há vários anos.
Além da escola em Goiânia, capital de Goiás, também existe em Fortaleza, no Ceará, a Escola Racional de Ensino Fundamental Professor Manoel Jacintho Coelho, mantida pela associação beneficente de mesmo nome, que fica na Rua Mario Campos, 1040. O Mestre MJC também recebeu títulos de cidadania e foi homenageado com a criação do “Dia da Cultura Racional em diversas cidades e estados brasileiros. Recebeu também a Medalha de Honra da Inconfidência, em 21 de abril de 1986, em São João Del Rey (MG), na presença do então presidente da República,  José Sarney, sendo depois homenageado com um busto de bronze colocado no Bosque da Paz, em Belo Horizonte (MG), entre outras homenagens.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Alimentos para reativar sua glândula pineal: Nutrição para o olho da mente

BY TON MÜLLER ON 28 DE AGOSTO DE 2014 

O olho da mente, cientificamente conhecido como a glândula pineal, é considerado a porta de entrada para os níveis mais elevados de consciência, no caso de você não estar ciente a glândula pineal é uma glândula endócrina em forma de uma pequena pinha no cérebro que produz e secreta o hormônio melatonina, acredita-se também que a glândula pineal seja responsável pela liberação de Dimetiltriptamina (DMT), a glândula pineal é o “princípio da sede da alma”, segundo Descartes, como você pode ver esta glândula tem muitas funções tanto física como metafisicamente, assim mantê-la funcionando em todo o seu potencial deve ser uma prioridade de todos os que procuram uma mente saudável.

À medida que envelhecemos a glândula pineal começa a se calcificar e tornar-se lenta, esta taxa varia consideravelmente por pessoa e estilo de vida, mas o consumo de quantidades excessivas de flúor é considerado um fator de risco, isto é em parte porque o fluoreto se acumula em quantidades extremamente altas na glândula pineal causando sua calcificação mais rapidamente, o flúor também pode diminuir a produção de melatonina, duas coisas que certamente não queremos que aconteça, a pesquisa mostrou que esta calcificação da glândula pineal tem uma forte correlação no desenvolvimento da doença de Alzheimer (Mercola 2011), uma dieta pobre carregada de conservantes, açúcar branco, refrigerantes, GMO, produtos químicos e pesticidas é um importante fator de risco para a calcificação e seu envelhecimento precoce também.

O que podemos fazer para combater o processo de envelhecimento e calcificação da glândula pineal ?

Devemos comer uma dieta livre de conservante / química , que seja rica em gorduras saudáveis​​, deve ser um acéfalo (trocadilho intencional), mas o que mais podemos fazer ?


Cortar o uso do flúor

Enquanto você não corta-los completamente você pode reduzir drasticamente os níveis que consome, para fazer isso deve filtrar adequadamente à água da torneira antes de beber uma vez que muitas comunidades têm abastecimento de água que é adicionado flúor, para conseguir isso você precisa usar um filtro que retire o flúor (cuidado com o filtro por osmose reversa ele também retira todos os minerais da água “matando-a”), ou comprando água engarrafada que indica a não adição de flúor de água de nascentes, você também pode mudar para um creme dental sem flúor, muitos tipos de pasta dentais naturais podem ajudar na prevenção da cárie dentária, além de não intoxicá-lo com flúor.

Tome vinagre de maçã

Vinagre de maçã é rico em ácido málico tornando-se um grande tônico para desintoxicar o corpo todo incluindo a glândula pineal, o vinagre de maçã tem uma longa lista de benefícios e pode ajudar a tornar o corpo mais alcalino (isso é uma coisa muito boa), tente tomar uma colher de sopa 3 vezes ao dia ou experimente adicioná-lo no suco de limão com mel, sente-se, saboreie e colha os benefícios.

Coma alimentos ricos em iodo

Coma alimentos ricos em iodo como algas marinhas, outros alimentos como cranberry, feijão verde, couve, brócolis, folhas verdes escuras, banana, camarão e lagosta também são ricos em iodo, esta é uma lista muito curta, incompleta, você pode ajustá-la para atender às suas necessidades e estilo de vida, não só a função de apoio do iodo para a tireoide, mas também é importante para a glândula pineal, o iodo ajuda a remover o flúor do corpo que como discutido acima é muito tóxico, o iodo pode ser prejudicial em níveis super altos por isso se você optar por usar em forma de suplemento considere o uso de uma forma solúvel em água como Iosol, para evitar o risco de excesso ao consumi-lo.

Coma cacau cru

Cacau cru orgânico é rico em antioxidantes que combatem os radicais livres e mantêm o nosso cérebro saudável, isso também pode ajudar a estimular o olho da mente(pineal) ajudando a desintoxicá-la, além disso quem não gosta de chocolate ?

Coma óleo de coco

O óleo de coco(extra virgem prensado a frio) nutre todo o corpo até mesmo a pele e o cabelo, mas a sua maior vantagem é que ele nutre o cérebro e desintoxica a glândula pineal, o óleo de coco é rico em triglicérides de cadeia média que são convertidos em cetonas no fígado, foi comprovado que as cetonas restauram os neurônios e a função dos nervos no cérebro (Mercola 2013), esta é uma grande notícia para reverter os danos no cérebro e pode até mesmo fornecer um avanço na pesquisa da doença de Alzheimer.

Experimente estas ervas

Gotu Kola nutre todo o cérebro e a glândula pineal, brotos de alfafa e de Salsa ajudam a energizar a glândula pineal, todas estas ervas (e muitas outras) ajudam a estimular e desintoxicar a glândula pineal, tente adicionar o broto de a salsa e de alfafa generosamente quando cozinhar para um impulso extra do cérebro !

Pare de usar óculos de sol

Será que isso chamou a sua atenção ? Bem deixe-me explicar, a luz refletida pela retina estimula a glândula pineal, nossos olhos precisam ser expostos à luz solar indireta diariamente (a qualquer uma célula ganglionar fotossensível), se você for usar óculos de sol certifique-se de tira-los pelo menos por um curto intervalo de tempo diariamente, isso também nos fornece vitamina D que é muito importante para a saúde e equilibra o cérebro ajudando a combater a depressão.
Claro que existem várias outras maneiras maravilhosas para promover a saúde dos olhos da mente, como foi dito, isso não é de forma alguma uma lista completa, é sempre bom verificar com um médico fitoterapeuta, especialmente se você tiver algum problema de saúde se for tomar suplementos, agora vá em frente nutrir o olho da sua mente!

ABOUT AUTHOR

O Criador, redator e editor do Site Verdade Mundial, Ton Müller divide sua vida como fotógrafo com suas pesquisas sobre a realidade oculta, mistérios da sociedade, história, ufologia e conspiração, uma procura que leva consigo desde muito jovem.