terça-feira, 31 de março de 2009

Programa "Nova Fase" estreia na Rádio Comunidade


Estreou no último dia 30 de março, segunda-feira, às 17 horas, na Rádio Comunidade FM, de Nova Friburgo (RJ), o novo programa "Nova Fase", que vai falar sobre a nova fase que está em vigor na natureza, a Fase Racional do 3º Milênio, a fase do desenvolvimento do Raciocínio, contido na glândula pineal, também conhecida como Epífise (de natureza superior). Esta glândula se situa no istmo do mesencéfalo, na base do cérebro humano e deve ser desenvolvida através de sua própria energia, a Energia Racional, que está comandando a natureza desde 1935, ano em que saímos da fase do pensamento e da imaginação para a nova fase do desenvolvimento do Racioncínio. Tudo isso é explicado nos livros de Cultura Racional, intitulados UNIVERSO EM DESENCANTO, de autoria do Mundo Racional, do Racional Superior, através de seu porta-voz aqui na Terra, Manoel Jacinhto Coelho.
O programa Nova Fase tem a apresentação da estudante de Cultura Racional Nanci Oliveira. Participaram deste primeiro programa os estudantes Belmiro Arruda Neto, Josias Honório e Cesar Carvalho.
Ao final, foi apresentado aos ouvintes da Comunidade FM, a versão em áudio do programa televisivo "Luz da Razão", com a estudante Joacy Eneida Côrtes, de Aparecida de Goiânia (GO), que é exibido nas televisões de várias capitais e cidades brasileiras. Em Nova Friburgo, o Luz da Razão está sendo apresentado diariamente, às 11 horas, na TV Focus, canal 20.

Programa "Nova Fase

segunda-feira, 30 de março de 2009

Governo zera o imposto do cimento, mas aumenta o do cigarro

Agora, finalmente, o governo fez a coisa certa, pois "os querem se matar" (os fumantes)vão ajudar os que querem viver (os não fumantes).

Por Cesar Carvalho

O governo anunciou nesta segunda-feira, 30 a prorrogação, por três meses, da redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) que incide sobre veículos e caminhões. Também serão reduzidos o IPI sobre alguns materiais de construção e a Cofins (Constribuição para o Financiamento da Seguridade Social) sobre motos. As informações foram anunciadas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo ele, as medidas de desoneração somarão R$ 1,5 bilhão.

Para compensar, o governo aumentará o IPI e o PIS/Cofins para cigarros, o que provocará uma alta de 30% no seu preço. Se aumentasse 100% seria melhor ainda, dizem os analistas não fumantes, é claro!
A prorrogação do IPI para veículos será condicionada à manutenção dos empregos por parte dos fabricantes de veículos e motos. "Não pode demitir" durante a vigência do acordo, disse o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (PDT), presidente da Força Sindical.
Segundo Mantega, a medida valerá apenas para os próximos três meses porque, no segundo semestre, "a economia brasileira já terá se recuperado então não vai mais ser necessário (prorrogar novamente o IPI)".
Entre os estímulos aos materiais de construção, Mantega citou o cimento, em que o IPI será reduzido de 4% para 0%; o segmento de tintas e vernizes, de 5% para 0%, os revestimentos não-refratário, de 10% para 2% e o chuveiro elétrico.
O corte de imposto sobre materiais de construção tem o objetivo de manter o mercado aquecido até que os efeitos do pacote habitacional, lançado na semana passada, comecem a ser percebidos, disse Mantega.
Desta forma, o governo vai usar o imposto dos que estão se matando aos poucos, no caso, os fumantes, para ajudar aqueles que querem viver um pouco mais - todos os outros - e que não estavam aguentando o preço de materiais de construção, automóveis, caminhões e motos.
De quebra, deveriam zerar impostos de alimentos e aumentar os de bebidas alcoólicas, pois ainda tem muita gente morrendo precocemente de cirrose por causa da bebida. Assim, eles viveriam um pouco mais e ainda contribuiriam para uma vida melhor para os que querem viver de verdade.

domingo, 22 de março de 2009

A Cura do Câncer!

A Cura do Câncer!

Um médico italiano descobriu algo simples que considera a causa do câncer. Inicialmente banido da comunidade médica italiana, foi aplaudido de pé na Associação Americana contra o Câncer quando apresentou sua terapia. O médico observou que todo paciente de câncer tem aftas. Isso já era sabido da comunidade médica, mas sempre foi tratada como uma infecção oportunista por fungos - Candida albicans.

Esse médico achou muito estranho que todos os tipo de câncer tivessem essa característica, ou seja, vários são os tipos de tumores mas têm em comum o aparecimento das famosas aftas no paciente.
Então, pode estar ocorrendo o contrário - pensou ele. A causa do câncer pode ser o fungo. E, para tratar esse fungo, usa-se o medicamento mais simples que a humanidade conhece: bicarbonato de sódio.

Assim ele começou a tratar seus pacientes com bicarbonado de sódio, não apenas ingerível, mas metódicamente controlado sobre os tumores. Resultados surpreendentes começaram a acontecer. Tumores de pulmão, próstata e intestino desapareciam como num passe de mágica, junto com as Aftas. Desta forma, muitíssimos pacientes de câncer foram curados e hoje comprovam com seus exames os resultados altamente positivos do tratamento.

Lá estão os métodos utilizados para aplicação do bicarbonato de sódio sobre os tumores. Quaisquer tumores podem ser curados com esse tratamento simples e barato. Parece brincadeira, né?
Mas foi notícia nos EUA e nunca chegou por aqui.

Bem que o livro de homeopatia recomenda tratar tumores com borax, que é o remédio homeopático para aftas. Afinal, uma boa notícia em meio a tantas ruins.

De novo, a pergunta que não quer calar: por que a grande imprensa não dá a menor cobertura a isso? Nem na TV, nem nas rádios, nem nos grandes jornais... Absolutamente nada.

Quem os proíbe de noticiar? O médico teve que construir um site, para divulgar o seu trabalho de curar o câncer (ou, pelo menos, várias das suas formas), usando apenas solução de bicarbonato de sódio a 20%.

Imaginem!! Bicarbonato de sódio, coisa que a gente encontra até no boteco da esquina !!
Neste endereço, o vídeo, onde o médico italiano mostra a evolução do tratamento até a completa cura em 4 casos:
Neste, o site em Português.

Clicando-se nas bandeirinhas no alto da página, muda-se o idioma ou se não conseguir, vá da seguinte forma: http://www.cancerfungus.com

Repasse, gente!! Milhares estão pela hora da morte por causa dessa doença. http://www.cancerfungus.com/simoncini-cancro-fungo.php#

VAI ACABAR A FARRA DOS LUCROS DOS LABORATÓRIOS...
- É POR ISTO QUE A NOTÍCIA ESTÁ RESERVADA A PEQUENOS CÍRCULOS ?!?!?!?

quinta-feira, 12 de março de 2009

Presidente da Câmara Municipal de Taubaté (SP) quer instituir o Dia da Cultura Racional no município


O presidente da Câmara de Taubaté, Carlos Peixoto (PMDB), apresentou projeto de lei para instituir o "Dia da Cultura Racional", a ser comemorado anualmente no segundo domingo de março. O projeto pretende homenagear a Cultura Racional, criada em 1935, e que possui um elevado número de adeptos em Taubaté.
Carlos Peixoto afirma que a Cultura Racional interessa a todos. “Os estudiosos da cultura explicam que ela é um conhecimento transcendental, que ultrapassa todo saber do conhecimento da origem da humanidade e do desenvolvimento do raciocínio. Ela não é seita, doutrina, filosofia, ciência, espiritismo ou religião.”
Na justificativa do projeto, o vereador do PMDB explica que a Cultura Racional é o conhecimento das energias que comandam o Universo e todos os seus elementos naturais de manutenção da máquina humana como o ar, o alimento, a água, desde a sua formação até os dias atuais. “É a cultura do terceiro milênio, cujo objetivo é o encontro do ser humano com sua individualidade perdida, o encontro com a razão do ser racional, com a verdadeira origem da humanidade”, disse.
Segundo Carlos Peixoto, a Cultura Racional ensina ainda a “lei da causa e efeito”, e afirma que ela pode colaborar com o meio ambiente. “É a lei que diz que não existe efeito sem causa, o que nos faz respeitar a mãe natureza, colaborando assim com a ecologia. A violência, as falências física, moral e financeira é por não conhecermos a lei de causa e efeito, gerando assim consequências.”

terça-feira, 10 de março de 2009

A Carta do Cacique Seattle ao presidente americano Frank Pierce, em 1855



Em 1855, o cacique Seattle, da tribo Suquamish, do Estado de Washington, enviou esta carta ao presidente dos Estados Unidos (Francis Pierce), depois de o Governo haver dado a entender que pretendia comprar o território ocupado por aqueles índios. Faz mais de um século e meio. Mas o desabafo do cacique tem uma incrível atualidade. A carta:

"O grande chefe de Washington mandou dizer que quer comprar a nossa terra. O grande chefe assegurou-nos também da sua amizade e benevolência. Isto é gentil de sua parte, pois sabemos que ele não necessita da nossa amizade. Nós vamos pensar na sua oferta, pois sabemos que se não o fizermos, o homem branco virá com armas e tomará a nossa terra. O grande chefe de Washington pode acreditar no que o chefe Seattle diz com a mesma certeza com que nossos irmãos brancos podem confiar na mudança das estações do ano. Minha palavra é como as estrelas, elas não empalidecem.
Como pode-se comprar ou vender o céu, o calor da terra? Tal idéia é estranha. Nós não somos donos da pureza do ar ou do brilho da água. Como pode então comprá-los de nós? Decidimos apenas sobre as coisas do nosso tempo. Toda esta terra é sagrada para o meu povo. Cada folha reluzente, todas as praias de areia, cada véu de neblina nas florestas escuras, cada clareira e todos os insetos a zumbir são sagrados nas tradições e na crença do meu povo.
Sabemos que o homem branco não compreende o nosso modo de viver. Para ele um torrão de terra é igual ao outro. Porque ele é um estranho, que vem de noite e rouba da terra tudo quanto necessita. A terra não é sua irmã, nem sua amiga, e depois de exauri-la ele vai embora. Deixa para trás o túmulo de seu pai sem remorsos. Rouba a terra de seus filhos, nada respeita. Esquece os antepassados e os direitos dos filhos. Sua ganância empobrece a terra e deixa atrás de si os desertos. Suas cidades são um tormento para os olhos do homem vermelho, mas talvez seja assim por ser o homem vermelho um selvagem que nada compreende.
Não se pode encontrar paz nas cidades do homem branco. Nem lugar onde se possa ouvir o desabrochar da folhagem na primavera ou o zunir das asas dos insetos. Talvez por ser um selvagem que nada entende, o barulho das cidades é terrível para os meus ouvidos. E que espécie de vida é aquela em que o homem não pode ouvir a voz do corvo noturno ou a conversa dos sapos no brejo à noite? Um índio prefere o suave sussurro do vento sobre o espelho d'água e o próprio cheiro do vento, purificado pela chuva do meio-dia e com aroma de pinho. O ar é precioso para o homem vermelho, porque todos os seres vivos respiram o mesmo ar, animais, árvores, homens. Não parece que o homem branco se importe com o ar que respira. Como um moribundo, ele é insensível ao mau cheiro.
Se eu me decidir a aceitar, imporei uma condição: o homem branco deve tratar os animais como se fossem seus irmãos. Sou um selvagem e não compreendo que possa ser de outra forma. Vi milhares de bisões apodrecendo nas pradarias abandonados pelo homem branco que os abatia a tiros disparados do trem. Sou um selvagem e não compreendo como um fumegante cavalo de ferro possa ser mais valioso que um bisão, que nós, peles vermelhas matamos apenas para sustentar a nossa própria vida. O que é o homem sem os animais? Se todos os animais acabassem os homens morreriam de solidão espiritual, porque tudo quanto acontece aos animais pode também afetar os homens. Tudo quanto fere a terra, fere também os filhos da terra.
Os nossos filhos viram os pais humilhados na derrota. Os nossos guerreiros sucumbem sob o peso da vergonha. E depois da derrota passam o tempo em ócio e envenenam seu corpo com alimentos adocicados e bebidas ardentes. Não tem grande importância onde passaremos os nossos últimos dias. Eles não são muitos. Mais algumas horas ou até mesmo alguns invernos e nenhum dos filhos das grandes tribos que viveram nestas terras ou que tem vagueado em pequenos bandos pelos bosques, sobrará para chorar, sobre os túmulos, um povo que um dia foi tão poderoso e cheio de confiança como o nosso.
De uma coisa sabemos, que o homem branco talvez venha a um dia descobrir: o nosso Deus é o mesmo Deus. Julga, talvez, que pode ser dono Dele da mesma maneira como deseja possuir a nossa terra. Mas não pode. Ele é Deus de todos. E quer bem da mesma maneira ao homem vermelho como ao branco. A terra é amada por Ele. Causar dano à terra é demonstrar desprezo pelo Criador. O homem branco também vai desaparecer, talvez mais depressa do que as outras raças. Continua sujando a sua própria cama e há de morrer, uma noite, sufocado nos seus próprios dejetos. Depois de abatido o último bisão e domados todos os cavalos selvagens, quando as matas misteriosas federem à gente, quando as colinas escarpadas se encherem de fios que falam, onde ficarão então os sertões? Terão acabado. E as águias? Terão ido embora. Restará dar adeus à andorinha da torre e à caça; o fim da vida e o começo pela luta pela sobrevivência.
Talvez compreendêssemos com que sonha o homem branco se soubéssemos quais as esperanças transmite a seus filhos nas longas noites de inverno, quais visões do futuro oferecem para que possam ser formados os desejos do dia de amanhã. Mas nós somos selvagens. Os sonhos do homem branco são ocultos para nós. E por serem ocultos temos que escolher o nosso próprio caminho. Se consentirmos na venda é para garantir as reservas que nos prometeste. Lá talvez possamos viver os nossos últimos dias como desejamos. Depois que o último homem vermelho tiver partido e a sua lembrança não passar da sombra de uma nuvem a pairar acima das pradarias, a alma do meu povo continuará a viver nestas florestas e praias, porque nós as amamos como um recém-nascido ama o bater do coração de sua mãe. Se te vendermos a nossa terra, ama-a como nós a amávamos. Protege-a como nós a protegíamos. Nunca esqueça como era a terra quando dela tomou posse. E com toda a sua força, o seu poder, e todo o seu coração, conserva-a para os seus filhos, e ama-a como Deus nos ama a todos. Uma coisa sabemos: o nosso Deus é o mesmo Deus. Esta terra é querida por Ele. Nem mesmo o homem branco pode evitar o nosso destino comum."

sábado, 7 de março de 2009

Lembra do desenho animado The Jetsons? Pois é, o futuro já chegou!






Logo, a modernidade chegará para todos, querendo ou não...
Será que você é capaz de dirigir com um joystick?
Os seus filhos/netos com certeza serão capazes...
A influência dos computadores e vídeo-games em suas vidas preparou-os realmente para isso..
É um pensamento assustador:
- Um garoto de sete anos poderá pegar no seu carro e provavelmente dirigi-lo melhor do que você...
É melhor começarmos a treinar playstation já!

sexta-feira, 6 de março de 2009

Programa Luz da Razão (Dra Joacy E. Cortês)

Transcrição* do Programa a Luz da Razão – Pela Dra.Joacy Eneida Cortês.

Salve!

A fase Racional veio buscar o Racional que aqui está como animal, para o seu mundo verdadeiro, o Mundo Racional. É a fase de recuperação do Racionall que se deformou em matéria, e por ter deformado em matéria,teve o nome de animal. Que a matéria, é do animal irracional, e não do racional. O racional é do Mundo Racional, então está aí, a fase que veio buscar o Racional aqui na matéria, para o seu verdadeiro mundo de Origem, o Mundo Racional.
Então, é preciso que todos façam a divulgação desse espaço, para a recuperação do Racional que está em pânico no mundo, vivendo como animal de origem racional, agonizando sem saber como pode se salvar.
No ar, o programa Luz da Razão, o programa da Fase Racional, do 3º Milênio. Fase de recuperação do animal racional através desenvolvimento do raciocínio. Por quê quem vive como animal, vive inconsciente.E o inconsciente, desconhece por completo, o por quê de sua existência.O inconsciente não sabe por quê que ele é assim
.O inconsciente não sabe do por quê todos são assim.O inconsciente não sabe do por quê o Mundo é assim.O inconsciente vive no mundo trancado e fechado de mistérios.O inconsciente nunca teve condições de solucionar os mistérios.O inconsciente não sabe o por quê vive.O inconsciente não sabe o por quê da causa de sua existência.O inconsciente, ensinaram ele a falar,se não ensinasse, nada sabia.

E por aprender a falar, pensa e julga que já sabe muito sem nada saber e sempre aprendendo até morrer, sem concluir coisa alguma do verdadeiro saber. Então começa o bicho papagaio a pensar ser aquilo que ele não é.E julgar ser sempre aquilo que ele não é.Nasce então, a prepotência do bicho, o bicho se torna prepotente, vaidoso, convencido pois não tem condições de raciocinar sobre a sua condição de animal racional.
E quem julga ser aquilo que não é, por não conhecer por quê assim é, e por não conhecer, pensa como bicho e vive como bicho.E é por isso que está aí,no mundo, esta fase magnética em liquidação.E que ninguém, nunca pode acomodar a situação angustiosa em que atravessa o mundo todo.
E assim, agora, aí a fase de recuperação do animal racional, que essa situação ridícula de salve-se quem puder, o pensador desconhecia, o alfabeto artificial, articulado pela mente humana.E julgava e pensava, que, o alfabeto artificial, o alfabeto magnético, da matéria, surgido da mente humana, pudesse resolver a situação da humanidade universalmente.
O magnético, em extermínio de toda a papagaiada, com ação desoladora.A sua função somente de extermínio de tudo.Eis a razão da desolação universal.

Mas, aí está, a fase de recuperação. A Fase Racional. A Fase de um outro alfabeto, que não é bem alfabeto, e sim, uma nova cultura.
A Cultura Racional.
Agora, termina a fase de civilizados, por que na matéria tudo é assim, tudo que tem princípio, tem fim, e entra a Fase Racional.
Então, os que passaram para dentro da Fase Racional, serão recuperados. Que é uma fase, de recuperação do animal racional. Como a fase dos civilizados, foi uma fase de recuperação dos selvagens.
Esse desmoronamento de tudo, tudo isso são movimentos naturais da natureza.
E que não há culpados.
E por isso, ninguém é culpado do sofrimento de ninguém.
É fator natural da natureza. E é por isso que está aí,a liquidação de tudo, o extermínio de tudo, a derrocada de tudo, universalmente
.E por ser natura,l é que não há quem dê jeito, então aí vem as guerras,as revoltas,até que saibam e conheçam a causa da situação universal.
Quando conhecerem a causa então cessará as contendas, as brigas, as lutas, mas enquanto não conhecer, começam a brigar uns com os outros.A botar a culpa uns nos outros.Quando ninguém é culpado, e sim, uma evolução natural da natureza.E quando conhecerem o que é Cultura Racional, é que vão saber o por que está se dando tudo isso que se dava.

Então aí, todos se conformaram e se modificaram.Então aí, acabando as intrigas uns contra os outros.Acabando os ódios, os rancores, por saber que não existem culpados, e sim, fator natural da natureza.
Então, todas essas fases anteriores,tiveram o seu princípio e tem o seu fim.Das múmias, dos monstrondontes, dos dinossauros, tudo teve o seu princípio e tem o seu fim.Por quê tudo na matéria é assim.
A natureza é de transformações e degenerações, por ser uma natureza instável, por não serem daqui de baixo e sim lá de cima, do Mundo Racional
.Então, o que todos tem que fazer?
Levar o conhecimento a todo o universo.Para saberem a causa do mundo estar na situação em que está.E saberem as providências a tomar, que é conhecerem a Fase Racional, que é a fase que traz o bom futuro para todos nós.”

Fonte: www.tvfocus.com.br (Nova Friburgo-RJ).

domingo, 1 de março de 2009

Na Hora do Planeta, prefeitura do Rio apagará as luzes de ícones cariocas


Veja o seu mundo sob uma Luz totalmente diferente

Para marcar a adesão do Rio de Janeiro à Hora do Planeta, em 28 de março, o prefeito da cidade, Eduardo Paes, anunciou que desligará as luzes de monumentos cariocas como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Parque do Flamengo e a orla de Copacabana, que terá a segurança reforçada pelas autoridades competentes. O Jockey Club também confirmou sua participação.

Além do Rio de Janeiro, outras grandes cidades mundiais, como Atenas, Buenos Aires e Edimburgo participam do movimento.
Até o momento, mais de 170 cidades de 62 países já confirmaram sua adesão à Hora do Planeta.

O WWF-Brasil espera contar com a adesão de empresas, entidades, ONGs, associações de bairro e demais movimentos da sociedade civil.
Os cidadãos serão convidados a se cadastrar no site www.horadoplaneta.org.br ou www.earthhour.org.

Participe: às 20h30 horário local em cada país, desligue a eletricidade de sua casa por uma hora.
Use velas... medite, contemple, silencie, reze...
Deixe a Mãe Terra respirar...


Personalidades entram na luta contra o aquecimento global - Veja a seguir...

A Hora do Planeta vem ganhando o apoio dos artistas



O último a integrar a lista de personalidades que aderiram à iniciativa foi o modelo e ator Reynaldo Gianecchini (FOTO).

O astro vestiu a camisa do movimento e posou para as lentes do fotógrafo Marcio Scavone, em São Paulo.

As imagens serão usadas na campanha publicitária da Hora do Planeta que será lançada depois do carnaval.

Durante o lançamento da ação no Rio de Janeiro, os atores Victor Fasano e Camila Pitanga e a apresentadora de TV Cynthia Howlett já haviam confirmado sua participação no evento.

Outro famoso que aderiu à Hora do Planeta foi o ator Marcos Palmeira, que além de apoiar a iniciativa, também cedeu sua voz para o primeiro filme da campanha.

Shepard Fairey cria peça para a Hora do Planeta



Shepard Fairey (FOTO), design gráfico que ficou famoso por retratar Obama durante a última campanha presidencial nos EUA, aderiu a Hora do Planeta.
Na obra de arte que criou para o movimento, Shepard Fairey comparou o ato de desligar o interruptor a dar um voto pelo combate às mudanças climáticas.

A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é uma iniciativa global da Rede WWF sobre mudanças climáticas.
No sábado, dia 28 de março de 2009, às 20h30, pessoas, empresas, comunidades e governo são convidados a apagar suas luzes pelo período de uma hora para mostrar seu apoio ao combate ao aquecimento global.

VAMOS FAZER NOSSA PARTE...
DIVULGUE