terça-feira, 26 de maio de 2009

Como foram feitos os livros "Universo em Desencanto”


Colaboração: Claudio Sampaio Lima 

A guisa de esclarecimento, a Cultura Racional iniciou-se em 4 de outubro de 1935, com o Racional Superior, se identificando como Francisco de Assis ditando os quatro livros da escrituração, intitulados “Obras Primas de Francisco de Assis – O Universo em
desencanto”. A seguir, informamos sobre a estrutura da Obra “UNIVERSO EM DESENCANTO, de autoria do Racional Superior: 

  • 3 livros amarelões (Manoel Jacintho Coelho – Racional Superior);
  • 21 livros da obra básica “Universo em Desencanto”;
  • 21 fascículos da Réplica (A Prova) “Universo em Desencanto”;
  • 21 fascículos da Tréplica (A Comprovação) “Universo em Desencanto”;
  • 943 fascículos do Histórico (A complementação da escrituração supletiva a
    complementação da Cultura Racional). 
  • Então, 4 + 3+ 21 + 21 + 21 + 943 = 1013 livros “Universo em Desencanto”, todos de autoria do Racional Superior, M. J. C., que ditou para que toda a humanidade...

“A base racional, não é encontrada em lugar nenhum, a não ser nesta obra. Se a base racional pudesse ser encontrada em qualquer lugar, já teriam visto “Universos em Desencanto”, mas nunca viram, a não ser agora. Portanto, é aqui que está o Racional Superior” – 1º volume pág, 156.
            Como foram feitos os livros “Universo em Desencanto”, que compõem a maior cultura do mundo a Cultura Racional do 3º Milênio, a fonte da luz da verdade, do amor, da paz e da fraternidade. Cultura Racional é a cultura da paz, feita para o desenvolvimento do raciocínio, que é o encontro com a vida eterna, por ser a força da vida verdadeira. A primeira mensagem do Racional Superior, em 4 de outubro de 1935, foi perguntando “Quem és tu, que a ilusão é tanta, incapaz de definir o teu ‘Eu’. Sabeis vós que sois uns corpos imprudentes, no abismo de dia para dia, ambicionando tudo quanto é de matéria, por grande obscuridade do espírito”. E assim foi dada a mensagem, que é muito grande e reveladora; esse é apenas o inicio da mensagem.

O conhecimento contido na obra “Universo em Desencanto”, que é a fonte da luz verdadeira, é inédito até na forma como foi feito e elaborado pelo supremo raciocínio do universo, o Racional Superior, que ditou para pessoas escreverem os que acompanhavam o mestre Manoel Jacintho Coelho, o porta-voz do Mundo Racional na Terra, o único, sem segundo e nem terceiros, e foi gravado por um gravador de rolo. As mensagens não era psicografadas e sim ditadas conscientemente por M. J. C., por ele já ter nascido com o seu raciocínio desenvolvido e ligado ao Mundo Racional, aguardando o tempo e a hora determinada pela natureza divina, que foi em 4 de outubro de 1935, para entregar a humanidade o maior tesouro do ser humano: o se conhecer e conhecer a natureza divina, saber de onde todos vieram, como vieram e para onde todos iriam e como iriam. Foi revelada também a verdadeira origem de tudo e de todos, com base e lógica, provada e comprovadamente, na maior obra universal, a cultura da nova fase da natureza, o 3ºmilênio, a Cultura Racional, dos livros “Universo em Desencanto”, composta de 1013 livros.

Quando estava sendo feita a primeira parte da obra, por volta de 1935, com o título “As obras primas de Francisco de Assis – O Universo em Desencanto”, foram ditados simultaneamente pelo divino mestre M. J. C., o Racional Superior na Terra, três livros, para três pessoas diferentes, sendo que cada uma escrevia um livro. Uma escrevia o primeiro volume, outra escrevia o segundo, outra o terceiro volume, e assim foi mantido pelo Mestre Manoel até a conclusão da obra. Sendo a maior obra literária do planeta, de autoria de um só autor, Manoel Jacintho Coelho, feita no local onde foi edificada uma cidade, por ele arquitetada, chamada Retiro Racional. Neste local, no ano de 1979, MJC chegou a ditar até sete livros por semana. Quando ele estava ditando a Réeplica, chegou a ditar ininterruptamente por sete horas e trinta e cinco minutos seguidos. A obra básica era ditada e gravada num gravador de rolo e depois, as pessoas que moravam no palácio cultural onde ele residia, passavam para o papel para depois ser impresso.

Assim foi feita a maior obra literária de redenção universal ditada pelo supremo raciocínio do universo, personificado na pessoa de MJC, semana após semana, ano após anos, para que todos conhecessem a si mesmo e sua origem verdadeira e passassem a viver em harmonia e equilibrados na vida material. Viveu este grande homem, benfeitor da humanidade, ligado a natureza divina, o Mundo Racional, materializando em forma de livros, a energia pura, limpa e perfeita, para a reconstrução da humanidade pelo desenvolvimento do raciocínio, a verdadeira consciência positiva do ser humano para a paz e concórdia universal, transformando este mundo num paraíso racional. Porque o raciocínio é o reencontro com Deus verdadeiro, um raciocínio superior a todos os raciocínios do universo racional superior.

Por o raciocínio ser um habitante do mundo racional materializado aqui na Terra, em forma de máquina do raciocínio. Porque  Deus, esta suprema energia pura, limpa e perfeita do amor, é um ser superior do nosso mundo de origem, o Mundo Racional. E ele personificou-se como Racional Superior, MJC em nosso mundo, para nos ensinar e nos libertar desta caverna encantada, aonde todos iam para dentro de uma cova, virar uma caveira sem saber porquê. E agora, vindo a verdadeira ressurreição do animal racional, para a vida eterna no seu mundo natural de origem, o Mundo Racional, pelo desenvolvimento do raciocínio, feito pela Energia Racional, que esta codificada e materializada em cultura nos livros Universo em Desencanto.

Pois, se estamos na classe de animal racional e temos a semelhança e imagem com Deus, então significa que Deus é racional, um ser superior da nossa origem que é racional – o Racional Superior, um raciocínio superior a todos os raciocínios do universo. Esta é a verdadeira identidade de Deus e não nome, pois nome é do mundo dos animais. Deus é a origem de tudo e de todos, é o superior do primeiro mundo, o Mundo Racional, a raiz mestra da fecundação, formação, geração e criação do universo e todos os seus feitos visíveis e invisíveis. O primeiro mundo é o mundo do verdadeiro Deus, o Racional Superior; o segundo mundo é do deus-homem e por isso, os homens contam é com os homens.

O primeiro mundo, o Mundo Racional é o pai eterno e o segundo mundo é dos filhos de Deus. Eis que os filhos de Deus têm seu nome na testa que é o raciocínio que está na cabeça, na área central do cérebro. Então, os verdadeiros filhos de Deus vão saber e se conhecer nessa escrituração de imunização racional, que é a redenção feita pela centelha divina que todos os filhos possuem, que é o raciocínio e que agora chegou a fase do seu desenvolvimento, feito pela Cultura Racional, para a racionalização dos povos e a redenção universal.

Pois o maior tesouro do ser humano está em se conhecer na cultura do verdadeiro Deus, o Racional Superior, a Cultura Racional. A cultura artificial desse segundo mundo é a cultura do pensamento e da imaginação, é a cultura do artifício para a lapidação do animal de origem racional. E é por isso que todo pensador é um sofredor e mortal, por viver desconhecido de si mesmo e desse segundo mundo de transformações. O pensamento é a discórdia e a desunião de todos. E é do verdadeiro Deus, o supremo raciocínio, que todos precisam para saber com deixar de assim ser pensador,sofredor e mortal. Todos necessitam de raciocinar para se conhecer, saber como deixar de assim ser, pois raciocinando deixa de ser pensador, sofredor e mortal voltando ao seu mundo natural, o primeiro mundo, o Mundo Racional.

A continuação desta informação encontra-se nos livros Universo em Desencanto, que pode ser encontrado através da Caixa Postal: 78.019, Belford Roxo – RJ – CEP: 26.112-970, Tel: (21) 3759.9000. Site oficial: www.universoemdesencanto.com.br, ou na Rua da Carioca, 61, Centro, Rio de Janeiro – RJ – Tel: (21) 2240-4061, E-mail: pedido_de_livros@universoemdesencanto.com.br.

2 comentários:

Mila disse...

ola encontrei seu blog casualmente quando eu resolvi fazer uma pesquisa sobre a cultura racional,posso te dizer que a conheço mt bem pois passei uma parte da minha infancia crescendo là,meu avo era um dos credentes dessa filosofia e me portava varias vezes,além de que...meu avo foi uma das pessoas que ajudou a construir partes da cultura racional...tento entender mas nao consigo mesmo entender essa filosofia,hj eu sou uma jovem de 21 anos q jà vivei na Alemanha e agora vivo na Italia conhecendo culturas e habitos novos mas continuando sem entender essa filosofia e a conheço muito pois minha familia por um bom tempo viveu esta filosia,aconcelho-te de analisa-la um pouco melhor!!

um abraço

Cesar Carvalho (Kzar) disse...

Oi, Mila, obrigado por seu comentário no Blog do Kzar e pelo seu conselho. Conheço a Cultura Racional desde 1982 e devo conhecer o seu avô, ele ainda é vivo? Não se preocupe por ainda não ter entendido o propósito deste conhecimento transcendental, pois a grande maioria dos seres humanos ainda não entende, por se tratar de uma cultura extra-cósmica, vinda de fora do nosso mundo e, portanto, muito elevada.
Infelizmente, o homem desenvolveu uma forma artificial de se comunicar, utilizando símbolos em forma de letras, para com eles formar sílabas, palavras, frases e idéias. As idéias são abstradas e se talvez não tivessemos desenvolvido um alfabeto artificial e perdido tempo com ele, já poderíamos estar usando um outro tipo de comunicação, a nível mental, sem necessidade de usar a muleta do alfabeto. Percebe que os animais irracionais, que são seres menos evoluidos conseguem se comunicar sem o uso de qualquer alfabeto? Pois é! Você, para viver na Alemanha, teve que aprender a falar alemão e agora, na Itália, a falar o italiano. Mas se levarmos um cãozinho daqui do Brasil para a Alemanha ou Itália ou mesmo o Japão, ele não terá dificuldade de comunicação com outros bichos de sua espécie... Percebe a condição em que chegou o homem? Tão inteligente, mas ao mesmo tempo, tão limitado!
Por isso, apesar de ser de origem cósmica superior, a Cultura Racional precisou ser "traduzida" para o alfabeto humano, para facilitar a nossa compreensão e mesmo assim, a maioria ainda não entende. Precisou um ser superior nascer aqui na terra (no Brasil), aprender um idioma terrestre, no caso o português, para poder transmitir a Cultura de origem cósmica, que está nos ensinando como podemos deixar definitivamente esse mundo de sofrimento, que cada dia piora mais.
Vc tem razão, preciso estudar mais a Cultura Racional, pois ainda não conseguir ler toda a obra. Mas tenho aprendido muito, hoje vivo muito melhor, mais tranquilo, conhecendo as quatro mecânicas que regem a natureza e todo esse universo. Mas nem sempre foi assim, no começo fiz igual São Tomé e pedi provas e comprovações. Tive várias, muitas delas, tanto que já não preciso mais, mas continuo a tê-las.
Só te peço que volte a acessar o blog e veja como encontrei a Cultura Racional. Foi uma coisa fantástica! Clique no link e veja vc mesma: http://blogdokzar.blogspot.com/2009/04/como-encontrei-cultura-racional-dos.html