terça-feira, 30 de abril de 2013

Sugestão de melhorias para o turismo em Lumiar, São Pedro da Serra e região

Canoagem e rafting são grandes atrações em Lumiar
Acabei de ler a entrevista do médico Carlos Pinho a respeito de seu Espaço Cultural de São Pedro da Serra, sétimo distrito de Nova Friburgo, que foi publicada no jornal A Voz da Serra do dia 26 de abril. Já fui morador de São Pedro e Lumiar e atualmente resido em Bom Jardim, município vizinho, por força da minha profissão de jornalista. 
Sei que a região de Macaé de Cima, Lumiar, São Pedro, Boa Esperança e Sana tem grande potencial turístico ainda pouco explorado. Com alguns investimentos, poderiam se transformar em locais do tipo Penedo, Visconde de Mauá e outros recantos procurados por turistas do Rio de Janeiro e outras cidades e estados para fugir do burburinho estressante das cidades grandes. 
Penso que a própria população deveria agir, sem esperar muita coisa do poder público, já envolvido em resolver tantas necessidades da população, como saúde, segurança e eduacação. Quando morei aí, vi a necessidade de melhorar o transporte coletivo para atrair um maior fluxo de turistas, daí a minha sugestão seria implantar uma linha direta de ônibus ou vans saindo do Rio de Janeiro até São Pedro, com partidas de preferência da Zona Sul carioca e passando pela BR-101 até Casemiro de Abreu e de lá subindo até Sana, Lumiar, com ponto final em São Pedro. Esta linha funcionaria nos finais de semana e feriados prolongados. 
Mais jipes turísticos como esse interligariam a região.
Outra sugestão seria a implantação de intercomunicação rodoviária entre as localidades de Sana, Lumiar, Boa Esperança, Macaé de Cima, etc., que seria feita por vans, micro-ônibus ou jipes turísticos, pois as pessoas querem percorrer a região, mas muitas não têm carro próprio e o transporte público é muito deficiente, como já foi citado na entrevista. 
Ficam aí essas duas sugestões que, tenho certeza, em muito poderão melhorar o turismo na região. Um grande abraço a todos!
Julio Cesar de Carvalho


OBSERVAÇÃO: Encaminhei este texto ao jornal A VOZ DA SERRA, de Nova Friburgo, que fez a gentileza de publicar na seção A Vos dos Leitores, pela qual agradeço aos seus editores: Muito obrigado!

Um comentário:

Sérgio Alberto Bastos da Paixão disse...

“Racionalmente, é a Revolta Brasileira”.
A camada fina de gelo sobre a hipocrisia social democrática em que vivemos vai se quebrando por força dos repetidos erros da classe dominante. Por muito menos famílias reais foram degoladas e déspotas tiveram seus corações arrancados.
A Justiça prende desafortunadas pessoas por crimes banais enquanto condenados pelo Supremo exercem cargos eletivos.
Governantes têm seus modos corruptos escancarados por antigos aliados enquanto inversamente os mesmos que denunciam sofrem e são condenados a pagar fortunas por dizerem a verdade.
Saúde Publica funciona de forma pior que em tempos de guerra enquanto os Planos de Saúde e os empresários donos de grandes hospitais enriquecem sugando verbas do sistema único de saúde.
A violência chegou ao nível de dar medo ao capeta e escandalizar a Al Qaeda, Hamas e Hizbollah porque aqui no Brasil se mata por cinco reais, se mata no transito se mata no futebol, se mata com farda, se mata por desvio de verba da saúde, educação e cultura e a culpa de tudo sempre é colocada nas drogas. É a desculpa oficial e padrão.
As televisões e os jornais anteriormente se dividiam entre os que defendiam a verdade e os que buscavam sua estabilidade econômica apoiando a mentira, só que agora com o advento da Internet e temendo a bancarrota, todos criaram uma simbiose e interdependência inacreditável com quem esta no poder ou com quem quer tomar o poder, devido às fortunas aplicadas em propaganda.
O processo eleitoral é uma mentira, pois esta embasada nos moldes antigos de dominação no seguinte tripé: Partidos Políticos sem personalidade, sem singularidade, transparência e sem foco na defesa dos pobres. Candidatos sem originalidade, repetidos, incapazes, elitistas e representantes da classe dominante. Informação, orientação e educação política direcionada e parcial, doutrinante, formadora de tijolos e alienante, sem conteúdo, sem verdade e memória.
O processo e a estrutura do Sistema educacional é uma piada e funciona como pequenos presídios ou creches de mendigos, desaparelhada e com professores e servidores desvalorizados e pessimamente remunerados e assistidos.
Pega tudo isso embrulha em um papel cheio de merda e escreve a “Copa é Nossa, Vamos lá Brasil!” e dá para o jovem esclarecido comer. Uma hora ele vai vomitar.
É isso e muito mais.
Sérgio Alberto Bastos da Paixão
http://www.facebook.com/sergio.paixao.35